Campo Grande, MS
domingo, 9 de maio, 2021

Notícias

Mídia CG > Notícias > Em busca da transformação de vidas através da fé, reeducandos de Naviraí se capacitam em Teologia Livre

Em busca da transformação de vidas através da fé, reeducandos de Naviraí se capacitam em Teologia Livre

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

Com a finalidade de mudar a visão de mundo e proporcionar transformação de vida a pessoas privadas de liberdade, o curso de Teologia Livre – nível básico está sendo ministrado no Presídio de Segurança Máxima de Naviraí (PSMN). Ao todo, 16 reeducandos estão participando da capacitação que tem como foco ensinar os princípios básicos bíblicos.

A iniciativa é realizada através da parceria entre a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) – por meio da Divisão de Promoção Social e da direção do presídio –  ​e a Igreja Restauração Profética Vale da Benção de Naviraí. Com carga horária de 180 horas, o projeto tem duração de um ano, com previsão de término em setembro deste ano.

As aulas acontecem todas as terças-feiras, no horário das 8h às 11h, no setor educacional da PNAV. Dividido em seis módulos, o curso abrange os seguintes temas: Teologia Bíblica – Introdução às Capelanias; Teologia Sistemática; Teologia & História; Teologia Didática; Teologia Bíblica e Fundamentos do Cristianismo. As atividades são desenvolvidas por meio da apresentação de vídeos temáticos, jogos, construção de sermões, dinâmicas de grupo e prática ministerial.

Segundo o coordenador da Escola Teológica Vale da Benção (ETVB), pastor Cristiano Alves de Oliveira de Jesus, os conteúdos trabalhados englobam os aspectos espirituais, sociais e pessoais de se relacionar com Jesus Cristo​ e com a sociedade. “Através da bíblia, buscamos resgatar os valores morais e sociais dos internos, motivar mudanças de atitudes dentro da sociedade baseadas na fé, além de tratarmos de diversos conflitos pessoais durante o curso, seja sobre dependência química e até mesmo distúrbios psicológicos e sexuais”, explica.

Ainda conforme Cristiano, que também é presidente do Conselho de Pastores Evangélicos de Naviraí (COPEN), a formação dentro da unidade penal tem possibilitado novas oportunidades aos reeducandos. “Se tornam mais acessíveis e abertos ao diálogo, tem melhorado muito o comportamento deles”, afirma, agradecendo o apoio e colaboração dos profissionais da unidade prisional. “É só é possível graças ao empenho do diretor Rogério Capote e dos agentes Evandro Charão e Sintianara Siqueira, bem como do restante da equipe, que não medem esforços para que o curso possa acontecer”.

A qualificação  tem como objetivo orientar os internos a descobrirem o ensino teológico com fundamentos cristãos, reconhecendo e trabalhando as dificuldades na leitura da Bíblia, na escrita e na oralidade de temas cristãos, oportunizando liberdade consciente da opinião de cada um e respeitando as diferenças religiosas.

Além disso, o intuito é criar um espaço específico de reflexão e estudo investigativo sobre a religião, a partir da perspectiva da teologia cristã evangélica bíblica e preparar futuros ​líderes, ​ pastores ou missionários.

O custodiado Marcelo Gamarra Alves é um dos participantes e garante que, através do curso, pôde “olhar o mundo de outra forma”. Segundo ele, a capacitação é um incentivo à autoestima e o faz ter a certeza que pode transformar a sua vida. “É só ter fé e acreditar. O curso tem me tornado um novo homem, com pensamentos positivos e correr atrás para tornarmos nossos sonhos possíveis”, enfatiza. O reeducando garante que com os ensinamentos de teologia tem exercitado melhor a paciência e se tornado mais disciplinado.

Para o diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves, a disseminação do bem e de conhecimentos construtivos baseados na fé e espiritualidade dentro das unidades penais traz resultados favoráveis à ressocialização dos apenados. “Proporcionar capacitação aliada à evangelização incentiva as mudanças de comportamento e atitude desses internos, reproduzindo novos hábitos na vida em sociedade”, declara o dirigente.

Assistência Religiosa

As ações de assistência religiosa desenvolvidas em unidades prisionais de Mato Grosso do Sul são coordenadas pela Diretoria de Assistência Penitenciária da Agepen. Garantida por lei, é realizada por meio de agentes de diferentes denominações, que levam palavras de amor e fé aos custodiados, possibilitando que eles reflitam e acreditem em uma nova vida longe da criminalidade.

Além da assistência espiritual, instituições religiosas são importantes parceiras da Agepen em projetos sociais como a campanha de inverno, realizada todos os anos, que visa arrecadar agasalhos e itens de higiene para internos; assim como no apoio e busca de parcerias para a realização de cursos profissionalizantes para a massa carcerária.

Fonte: Portal do MS