Campo Grande, MS
quarta-feira, 29 de junho, 2022

Saúde

Mídia CG > Saúde > BARREIRAS SANITÁRIAS FIXAS ABORDARAM MAIS DE CINCO MIL PESSOAS NO PRIMEIRO DIA DE TRABALHO

BARREIRAS SANITÁRIAS FIXAS ABORDARAM MAIS DE CINCO MIL PESSOAS NO PRIMEIRO DIA DE TRABALHO

Fonte: PMCG

As barreiras sanitárias instaladas pela Prefeitura de Campo Grande nas principais entradas de Campo Grande orientou mais de cinco mil pessoas e realizou treze exames para identificar infecções do novo coronavírus. O ponto de maior movimento foi na saída para São Paulo, por onde mais de 2,1 mil pessoas entraram na cidade. 

Ao todo, mais de 2,3 mil veículos entraram na cidade passando pelas barreiras, onde é feita orientação do motorista e passageiros, avaliação de casos suspeitos e a desinfecção dos automóveis. Treze passageiros foram testados, mas os resultados deram negativo para Convid-19. 

Na saída em direção à cidade de São Paulo, houve o maior fluxo de carros e passageiros, sendo abordados 819 veículos e 2.183 pessoas. Desse total, apenas quatro apresentaram sintomas que se caracterizassem como suspeitos.  

A saída para Sidrolândia teve o segundo maior fluxo de veículos, com mais de 1,6 mil pessoas passando por essa barreira, sendo que quatro delas realizaram o teste rápido. Na barreira instalada na saída para Três Lagoas, 766 veículos foram abordados e desinfectados; 1,4 mil pessoas passaram pelo local, sendo cinco testadas. 

Como funciona? 

Ao passar pelo local, o motorista é abordado por profissionais da saúde, da Secretaria Municipal e voluntários, que aferem a temperatura corporal por meio de um termômetro digital infravermelho, informam e orientam a população sobre a prevenção da Covid-19. 

Caso a temperatura corporal esteja superior a 37,8ºC, a pessoa é convidada a realizar o teste rápido. O resultado sai entre 15 a 20 minutos. É feito ainda o preenchimento de um formulário onde a pessoa relata a presença ou não de outros sintomas, como dor de cabeça, tosse e coriza e informa se teve contato com caso positivo ou esteve recentemente em outros estado ou município. 

A ação acontece também em parceria com as 17 barreiras já instaladas nas fronteiras pelo Governo do Estado. A operação conta com apoio da Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran), Guarda Civil Metropolitana, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Polícia Militar e Corpo de Bombeiros.