Campo Grande, MS
quinta-feira, 29 de julho, 2021

Notícias

Mídia CG > Notícias > Bélgica leva susto, mas despacha Japão no último lance e será a adversária do Brasil nas quartas

Bélgica leva susto, mas despacha Japão no último lance e será a adversária do Brasil nas quartas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

De todos os jogos de oitavas de final, o que parecia ter maior disparidade técnica era Bélgica x Japão – o duelo entre a “poderosa geração belga”, dona da melhor campanha na primeira fase da Copa do Mundo, contra o Japão, que se classificou com apenas quatro pontos, superando Senegal no Grupo H por conta do número de cartõesa amarelos. A partida em Rostov, porém, foi dramática. E a classificação dos belgas veio de virada, no fim da partida, por 3 a 2 – o Japão chegou a abrir 2 a 0 no início do segundo tempo, mas acabou cedendo ao jogo físico da Bélgica. Haraguchi e Inui fizeram os gols japoneses no início do segundo tempo. Vertonghen, Fellaini e Chadli (nos acréscimos) viraram para os belgas, que serão os adversários do Brasil nas quartas de final.

Porque é oportunidade para pedir folga no trabalho e faltar na escola: sexta-feira, às 15h de Brasília, tem Brasil x Bélgica, direto de Kazan, pelas quartas de final da Copa do Mundo.

A Bélgica não encontrou a facilidade que muitos esperavam. Foi melhor, sim, é verdade. Mas não tão superior, pelo menos não durante toda a etapa inicial. O Japão mostrou recurso, alternando seu estilo de marcação – ora lá em cima, sem deixar os belgas saírem com a bola, ora se fechando em seu campo de defesa, buscando o contra-ataque. Faltou, porém, qualidade aos homens de frente do Japão. Já os belgas não conseguiram uma situação clara de gol, apesar da pressão. As bolas que chegaram a Lukaku vinham mascadas, nunca limpas. Das dez tentativas de finalização da Bélgica, quatro foram travadas e só duas no alvo – nenhuma para a rede.