Campo Grande, MS
sábado, 8 de maio, 2021

Notícias

Mídia CG > Notícias > BOAS PRÁTICAS NA GESTÃO DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO FORAM DISCUTIDAS NO DIÁLOGO DE OUTONO

BOAS PRÁTICAS NA GESTÃO DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO FORAM DISCUTIDAS NO DIÁLOGO DE OUTONO

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

A Prefeitura Municipal de Campo Grande, por intermédio da Agência Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano (Planurb), realizou nesta terça-feira (18 de junho) mais uma edição do Projeto Diálogos, desta vez com a temática “Boas práticas na gestão de Unidades de Conservação”.

Durante o evento houve o debate e a reflexão, trazendo novas perspectivas para a gestão das Unidades de Conservação. Além disso, foram abordados: a relevância ambiental, social e econômica das Unidades de Conservação para o Munícipio de Campo Grande; a importância dos Conselhos Gestores das Unidades de Conservação; os desafios das Unidades de Conservação de uso sustentável; e o Programa ICMS Ecológico.

FOTO 02

O Diretor de Planejamento Ambiental da Planurb, Rodrigo Giansante, destacou a importância de debater os desafios para a gestão das Unidades de Conservação, as potencialidades para a proteção da sociobiodiversidade e a consolidação do plano de manejo e suas ferramentas.

O evento contou com a exposição de fotos relacionadas às Unidades de Conservação promovida pelo Projeto de Extensão Click Verde da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) e pela Frente Parlamentar Ambientalista de Mato Grosso do Sul.

Campo Grande possui 6 (seis) unidades de conservação instituídas em seu território, sendo 3 (três) sob a gestão municipal (Área de Proteção Ambiental dos Mananciais do Córrego Guariroba, Área de Proteção Ambiental dos Mananciais do Córrego Lajeado e Área de Proteção Ambiental da Bacia do Córrego Ceroula); 2 (duas) sob a gestão estadual: Parque Estadual Matas do Segredo e Parque Estadual do Prosa; e 1 (uma) no âmbito federal: Reserva Particular de Patrimônio Natural da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (RPPN UFMS).

Participaram como palestrantes: Rodrigo Giansante (Diretor de Planejamento Ambiental da Planurb), Julia Corrêa Boock (WWF-Brasil), Rose Mary Paes de Araújo (Mupan – Mulheres em Ação no Pantanal), André Luiz Siqueira (Ecoa – Ecologia em Ação) e Leonardo Tostes Palma (Gerência de Unidades de Conservação – IMASUL).