Campo Grande, MS
segunda-feira, 18 de outubro, 2021

Notícias

Mídia CG > Notícias > CAMPANHA AGOSTO ALARANJADO VAI ATÉ ESCOLA PARA CHAMAR A ATENÇÃO SOBRE AÇÃO CRIMINOSA DAS QUEIMADAS

CAMPANHA AGOSTO ALARANJADO VAI ATÉ ESCOLA PARA CHAMAR A ATENÇÃO SOBRE AÇÃO CRIMINOSA DAS QUEIMADAS

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

Alunos da Escola Municipal Antônio José Paniago, localizada no bairro Rita Vieira, receberam palestra educativa alusiva à Campanha Agosto Alaranjado 2018. O encontro aconteceu na última quinta-feira (2)  e chamou  a atenção dos estudantes para  a prevenção e a ação criminosa da queimada convidando-os ao engajamento. A ação foi realizada pela Agência Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano (Planurb), uma das coordenadoras do Comitê Municipal de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais e Urbanos.

agosto alaranjado_2Com o tema  “Queimar é Crime! Diga não às queimadas urbanas”, a campanha está na 2ª edição e visa diminuir a incidência de incêndios no município, por meio de monitoramento, prevenção e combate das queimadas. Segundo dados disponibilizados pelo Corpo de Bombeiros, de janeiro a julho deste ano foram atendidas 1.208 ocorrências de incêndio, principalmente nas regiões urbanas do Bandeira, Segredo e Anhanduizinho.

Para a diretora da escola municipal Antônio José Paniago, Maria Lucia de Fatima Oliveira, a escola é um importante espaço para se agregar conhecimento e além das abordagens realizadas em sala de aula, os alunos necessitam de informações que vêm de fora da instituição escolar. “A nossa escola valoriza ações ambientais e receber a equipe com essa palestra contribuirá com o trabalho que os professores têm executado em sala de aula. Sabemos também que as crianças são importantes agentes multiplicadores da Campanha para seus amigos, vizinhos e familiares”, acrescentou a diretora.

agosto alaranjado_3Crime Ambiental

A técnica da divisão de Meio Ambiente da Planurb, Jussara Jacques, reforçou para professores e alunos que a principal mensagem da campanha é informar sobre os danos provocados pelos incêndios florestais e esclarece que essa prática é crime ambiental, que pode gerar multa ao responsável. “As queimadas ocasionam perdas de vegetação, problemas de saúde, além de risco de vida para os animais e os seres humanos. Portanto, é preciso conscientizar a população a ser multiplicadora e fiscalizadora”, enfatizou a técnica.

A professora Marcia Cristina Longui, do 3º ano, destacou a atenção  dos alunos quanto às instruções da palestra e a exibição do vídeo ilustrativo. “No semestre passado nós abordamos este assunto em sala de aula e, agora, nossos alunos têm a oportunidade de reforço sobre o tema e o esclarecimento das dúvidas sobre os problemas ambientais e sociais que as queimadas urbanas provocam na sociedade”,  disse a professora.

As palestras educativas nas escolas das redes municipal e estadual de ensino acontecem durante todo o mês de agosto, assim como ações nos distritos de Anhanduí e Rochedinho, nos Conselhos Gestores das áreas de proteção ambiental do Guariroba, Lajeado e Ceroula e a realização de blitz ambiental.

Diálogo de Inverno

Também será realizado o evento Diálogo de Inverno que abordará o tema da Campanha.  A ação está prevista na programação das festividades dos 119 anos de Campo Grande e acontecerá no dia 14 de agosto, no CEA Florestinha – na Avenida Cônsul Assaf Trad s.n (ao lodo do Alphaville).

Como posso aderir à campanha

Incentivar a denúncia e informar a população sobre os aspectos prejudiciais dos incêndios e a punição que a infração acarreta. A multa pode chegar a R$5 mil para quem provoca queimadas. “Os telefones para denúncia são 156 (prefeitura) e 193 (Corpo de Bombeiros).

Outras informações, na Diretoria de Planejamento Ambiental (DPA) pelo telefone 3314-5181.