O ano de 2021 dará início ao maior investimento em obras para o esporte e lazer em Campo Grande. São mais de R$ 40 milhões em investimentos no Reviva Mais Campo Grande. Os novos investimentos serão somados a ampliação das ações de fomento às atividades esportivas, garantindo mais eventos  e oficinas gratuitas, e a implantação do Plano Municipal de Esporte e Lazer.

O Plano Municipal, aprovado dia 17 de dezembro, será assinado em 2021 e segue com diretrizes para os próximos 8 anos. Ele integra o Sistema Campo-grandense de Esporte e Lazer e conta com 12 temas norteadores para desenvolver a política pública esportiva da Capital, que também terá como ação, a partir do próximo ano, o Fundo Municipal de Esporte e Lazer, já com orçamento previsto de R$ 1 milhão.

Para garantir que mais pessoas participem dos projetos e continuem se movimentando, a Fundação Municipal de Esportes (Funesp) vai ampliar os locais de atendimento com oficinas esportivas gratuitas e também manter o Projeto Movimenta Campo Grande em Casa, criado em 2020 em virtude da pandemia do Covid-19.

Nas ações do calendário anual, já estão sendo preparados os regulamentos dos eventos tradicionais como Jogos Escolares, Jogos Paradesportivos, Jogos dos Idosos, dos Servidores, Jogos Radicais Urbanos, Copa Campo Grande de Futebol Amador e Jogos Indígenas. Além disso, a Funesp vai apoiar às entidades de administração do esporte na execução anual de grandes eventos, nacionais e internacionais, como a realização da Liga das Nações, já confirmada em 2021.

Revitalizações

No programa de infraestrutura esportiva, a Prefeitura dará sequência ao maior pacote de obras da Capital, somando mais de R$ 40 milhões em investimento em esporte e lazer com a ampliação e revitalização de espaços públicos comunitários além da construção de mais 2 equipamento esportivos que estão em andamento com o projeto do Parque de Esportes Radicais, na área do antigo aterro de resíduos de construção civil do Bairro Noroeste, e a piscina olímpica no Parque Ayrton Senna em parceria com a CEF.

Entre as reformas, estão previstas para entregar em 2021: a Praça Elias Gadia, o Parque Sóter, o Jacques da Luz e o Ayrton Senna. A Prefeitura também trabalha para concluir a Praça da Juventude, no Bairro Serra Azul, Praças de Esporte e da Cultura no Parque do Sol e no Jardim Noroeste, e a instalação de novas academias ao ar livre intergeracionais.

Os campos de futebol dos bairros também entraram na agenda e estão previstas a revitalização no  Núcleo Industrial; Aero Rancho, conhecido como Buracão; Bairro Jardim Santa Felicidade e Jardim Centenário. Em parceria com associações, ligas e federações, a Funesp vai implantar o programa de recuperação de equipamentos comunitários com ampliação, revitalização e manutenção de espaços esportivos.

Esporte em 2020

A Funesp finaliza 2020 com a entrega do Ginásio Guanandizão; Pista Internacional de Atletismo; inauguração de 29 academias ao ar livre; implantação do projeto Movimenta CG em casa, com mais de 2 milhões de visualizações; criação do Plano Municipal de Esporte e Lazer; a manutenção das oficinas esportiva  e a aprovação do Fundo Municipal de Esporte e Lazer.

Cerca de 24 mil pessoas participaram dos projetos esportivos de Campo Grande, que passaram de 10 locais em 2017 para 70 locais em 2020, com 56 diferentes modalidades oferecidas, atendendo todo o conjunto da população. Protocolos de biossegurança, cartilha de orientação com exercícios para fazer em casa, wi-fi nos parques em parceria com AGETEC, também foram providenciados este ano e que seguem em 2021.

“Quando assumimos, o objetivo era fazer o campo-grandense se movimentar e ter mais qualidade de vida. Hoje, além desses objetivos, estamos oferecendo as atividades mais perto das pessoas, com o Projeto Movimenta CG em casa. Há também investimento em uma política pública de esporte e lazer para toda a família; academias ao ar livre intergeraionais e inclusivas com equipamentos para idosos, adultos, crianças e pessoas com deficiência.E ainda teremos a entrega das revitalizações de mais de 10 espaços de esporte e lazer, proporcionando mais segurança e conforto nos parques e praças. Tudo isso garantido por Lei, por uma política de Estado, por meio das 12 metas do Plano Municipal, que entre as ações prevê apoio a atletas e equipes, captação de eventos esportivos, entre outros”, explicou o diretor da Funesp, Rodrigo Terra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *