Campo Grande, MS
quarta-feira, 8 de dezembro, 2021

Saúde

Mídia CG > Saúde > COM EXPANSÃO DAS UBSFS, ATENDIMENTOS SOMAM QUASE 1 MILHÃO EM 2018

COM EXPANSÃO DAS UBSFS, ATENDIMENTOS SOMAM QUASE 1 MILHÃO EM 2018

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

Com a conversão de 16 unidades básicas de saúde (UBS) para saúde da família (UBSF), inauguração de duas novas UBSFs e entrega de um novo prédio para outra unidade, além da implantação da primeira Clínica da Família no Nova Lima em 2018, foi possível ampliar a área de cobertura das Equipes de Estratégias de Saúde da Família (ESF) e se aproximar de 1 milhão de atendimentos neste ano.

Atendimento ubsf cg ms 2018

De janeiro até agora foram realizados 987.366 atendimentos nas UBSF, ante os 844.434 registrados no ano passado, diferença de 142.932 procedimentos: aumento de 16,92% de um ano para o outro.

Em Campo Grande, são 43 UBSF e cada uma é composta por equipes de ESF e também, por assistente social, farmacêutico, administrativos, gerentes e outros profissionais que estão à serviço da população na promoção de saúde e no estabelecimento de vínculo entre paciente e unidade. Além das UBSF, há, também, 24 UBS.

Outra evolução considerável é o número de equipes de ESF. Em janeiro de 2017 eram 101 e encerrando 2018 com 145. Cada equipe é composta por um médico generalista ou especialista em saúde da família, enfermeiro, técnico de enfermagem, agentes comunitários de saúde, odontólogo, auxiliar ou técnico em saúde bucal.

O secretário de Saúde Marcelo Vilela reforça que a expansão da Estratégia de Saúde da Família (ESF) vai de encontro ao desenvolvimento de um modelo mais eficaz na Atenção Primária, adotado em todo o país para otimizar e assegurar uma melhor assistência à população.

“A Estratégia de Saúde da Família (ESF) é a melhor ferramenta e com melhor resultado de assistência. Uma UBSF, por exemplo, tem a capacidade de abrangência de 10 mil pessoas e pode ter três ou mais ESF. É um modelo mais sustentável em que os pacientes se sentem melhor acolhido”, disse ele.

As equipes de ESF têm papel extremamente importante na prevenção de doenças crônicas e no acompanhamento de pacientes que estejam em tratamento de enfermidades. Os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) devem visitar, ao menos uma vez por mês, todos moradores da sua área de atuação e digitar as fichas de atendimento no e-SUS, sistema informatizado de cadastramento dos pacientes do Ministério da Saúde.

Recém-inaugurada a UBSF Oliveira II tem três equipes ESF.

Recém-inaugurada a UBSF Oliveira II tem três equipes ESF.

Nas  unidades recém-inauguradas, como é o caso da UBSF  Benedito Martins Gonçalves, o “Seo Dito da Farmácia”, no bairro Oliveira II, são três ESF e em cada uma há médico, enfermeiro, dois técnicos de enfermagem, e a quantidades de ACS varia de seis a sete, além de odontólogo e auxiliar.

Morador do Residencial Oliveira há 3 anos, o senhor Carlyle Edmundo Etges (66) começou a receber as visitas do ACS este ano, após a inauguração da UBSF do bairro. “É muito importante ter esse contato, essa aproximação da unidade com a gente, pois se precisamos de algum atendimento, já conseguimos agendar e tirar algumas dúvidas”, contou.

Ele, que agora faz os tratamentos de saúde na UBSF Oliveira II, se diz satisfeito com o acolhimento que tem na unidade. “Sempre que chego por lá sou muito bem recebido e logo atendido. Não demora muito e já sou chamado. Isso é muito importante”, reforçou.

A visita do ACS aos moradores da área de atuação do profissional de ser feita ao menos uma vez por mês.

A visita do ACS aos moradores da área de atuação do profissional de ser feita ao menos uma vez por mês.

A ACS Luzia Taroco Fernandes, que há nove anos trabalha como agente comunitário de saúde   e que já integrou equipes de outras unidades, hoje é ela quem faz as visitas ao senhor Etges. Ela conta que sente feliz com a profissão e em atender a população. “Eu gosto de atender a população e promover saúde para eles. Nesta UBSF estou mais contente ainda, pois é tudo novo e a equipe motivada”.

Para 2019 a Secretaria Municipal de Saúde espera inaugurar cinco novas UBSF e entregar sete novas reformas em unidades, totalizando 12 obras, ampliando ainda mais a atendimento da Atenção Básica em Campo Grande.