Campo Grande, MS
quinta-feira, 13 de maio, 2021

Saúde

Mídia CG > Saúde > Com mais de 5% executadas, obras do Hospital Regional de Dourados entram em nova fase

Com mais de 5% executadas, obras do Hospital Regional de Dourados entram em nova fase

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

Com 44 homens trabalhando e já concluída a etapa de implantação de estacas pré-moldadas e dos blocos de fundação, as obras de construção do Hospital Regional de Dourados entram em nova fase: a de concretagem dos pilares. A edificação está sendo levantada às margens da Rodovia BR-463, na saída para Ponta Porã.

A futura unidade hospitalar, que está sendo construída pelo Governo do Estado, está com mais de 5% das obras executadas e demandará um investimento global de mais de R$ 53 milhões quando concluídas as três etapas da edificação. O investimento foi conquistado pelo secretário estadual de Saúde Geraldo Resende, quando ainda exercia o mandato de deputado federal, com o apoio de deputados federais, senadores e do governador Reinaldo Azambuja.

Obras do Hospital Regional de Dourados entram na fase de concretagem dos pilares.

O Hospital atenderá pacientes dos 34 municípios das regiões da Grande Dourados, Conesul e Faixa de Fronteira. A unidade terá leitos distribuídos em diversas especialidades médicas, com enfermaria masculina e feminina, isolamentos, UTI adulto, UTI Neonatal e pediátrica, leitos de observação adulto, centro cirúrgico e obstétrico, farmácia, unidade de nutrição, anexo de serviços, pronto atendimento e observação de isolamento, recuperação e pós-anestésica, totalizando 210 leitos e 10.706 m² de área.

Recursos

Na primeira etapa da construção, que abrigará 29 leitos, estão sendo aplicados R$ 24,8 milhões, sendo R$ 9 milhões oriundos dos cofres estaduais e R$ 15,7 milhões de recursos federais. A segunda fase, com capacidade para 72 leitos, prevê aplicação de R$ 5,8 milhões, sendo R$ 1,4 milhão de contrapartida do Tesouro Estadual e R$ 4,4 de recursos do Governo Federal, oriundos de emenda parlamentar do então deputado federal Marçal Filho, no ano de 2014.

A terceira etapa, com capacidade para 110 leitos, terá investimentos federais de R$ 11,7 milhões destinados por meio de emendas do então senador Waldemir Moka (R$ 7,6 milhões) e do deputado federal Dagoberto Nogueira (R$ 3,3 milhões). Nesta fase, o projeto ainda está sendo elaborado e somente após a aprovação pela Caixa Econômica é que será feita a licitação e definida a contrapartida estadual.

“Nos últimos anos garantimos a construção de dois hospitais em Dourados: o Hospital da Mulher e da Criança e o Hospital Regional. Será o maior impacto na assistência especializada em saúde no Centro Oeste. Nosso objetivo é mudar a cara da atenção em saúde em Dourados e região, para que o município seja um centro de referência”, salienta o secretário Geraldo Resende. “Para tanto, estamos contando com total apoio do governador Reinaldo, dentro do processo de regionalização da saúde em Mato Grosso do Sul”.

Fonte: Portal do MS