Campo Grande, MS
quarta-feira, 21 de abril, 2021

Educação

Mídia CG > Educação > COMUNIDADE ESCOLAR DESTACA IMPORTÂNCIA DE ELEIÇÕES PARA DIRETORES DA REME

COMUNIDADE ESCOLAR DESTACA IMPORTÂNCIA DE ELEIÇÕES PARA DIRETORES DA REME

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

Pais, alunos e professores que votaram na manhã desta quinta-feira (29) para escolher os diretores e diretores-adjuntos das escolas da Rede Municipal de Ensino (Reme) acreditam que o processo, histórico na Rede, aproximou a comunidade da realidade escolar e despertou o espírito crítico e participativo.

Para a secretária municipal de Educação, Elza Fernandes, o envolvimento das famílias e alunos é fundamental no processo democrático. “Esse processo contribuirá muito para grandes avanços nas unidades, principalmente com a participação efetiva dos pais e alunos, nas decisões das unidades. A Semed e os gestores continuarão juntos, buscando uma educação de qualidade para nosso alunos”, frisou.

Integrante da comissão eleitoral da Escola Municipal Adair de Oliveira, a aluna Giulianne de Mattos Lima, do 9º ano, acredita que a escolha dos diretores cabe a comunidade. “Nós é que devemos escolher quem vai representar melhor a nossa escola, porque assim_DSC1768 vamos garantir um futuro melhor para os alunos que chegarem depois de nós”, disse a jovem estudante, que gostou de participar do processo. “Eu entendi melhor o funcionamento de uma escola fazendo parte da comissão”, explicou.

Com apenas 11 anos, a aluna Thamilly Gabrielli da Silva Mandarini, da Escola Municipal Professor Plínio Mendes dos Santos, disse ter ficado satisfeita em participar da eleição, apesar da pouca idade. “A diretora que escolhermos vai ajudar a conseguir muitas coisas para a escola, por isso acho importante votar, mesmo os alunos menores, que são liberados”, enfatizou.

_DSC1710Colega de classe de Thamilly, o aluno Cauã da Mata Correia também aposta na democracia do voto e conta que sempre participa de ações na unidade. “Sempre fui interessado nos assuntos da escola para conhecer os problemas. Acho que todo mundo deve ser assim”, comentou.

Para os pais, o processo eleitoral aproximou as famílias da realidade escolar. “Nós, pais, sabemos o que é melhor para nossos filhos. Por isso, precisamos participar desse processo, porque não adianta só ir na escola reclamar e brigar. É preciso se inteirar dos fatos, da realidade”, acredita a dona de casa Débora Henrique da Silva Solis, mãe de aluna da escola Aldo de Queiroz.

Na opinião da secretária Janina Soledade Monsalvo, que também tem filho na Escola Municipal Aldo de Queiroz, os pais têm pouco conhecimento de como funciona uma unidade escolar, as verbas que recebe e como é possível atuar no sentido de colaborar com a equipe de profissionais da escola. “Para nós também é um processo novo, mas acredito que ele aproximou mais a comunidade da escola, a entender os trâmites burocráticos”, afirmou.