Campo Grande, MS
sábado, 8 de maio, 2021

Notícias

Mídia CG > Notícias > COMUNIDADE PEREIRA BORGES GANHA ESTRUTURA DE BAIRRO COM ESGOTO E ASFALTO

COMUNIDADE PEREIRA BORGES GANHA ESTRUTURA DE BAIRRO COM ESGOTO E ASFALTO

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

Com o avanço das obras de drenagem e pavimentação no Complexo Anache, que estão praticamente concluídas, restando apenas um trecho de 258 metros da Rua Guaxê,  onde o projeto de drenagem terá de passar por readequação, uma das mais antigas  ocupação urbanas  de Campo Grande,  a Pereira Borges, iniciada  há 40 anos, ganha infraestrutura completa, incluindo esgoto , calçada e sinalização de trânsito.

IMG_0356

Sob o olhar atento do aposentado Benito Gonzalez, 74 anos, que há 35 anos, se mudou junto com a mulher e os filhos para Rua Xaxim para morar num barraco,  funcionários e equipamentos da empresa responsável pela obra começaram nessa segunda-feira a colocar a capa asfáltica na Rua Xaxim, última via da comunidade que faz divisa com a Chácara Chaparral.

“Pensei que não estaria vivo para assistir o que está acontecendo hoje. O asfalto chegando em frente de casa”, relata o idoso, que por 28 anos trabalhou num frigorífico na Vila Popular.  Em 1984,  quando tinha 39 anos, com o orçamento apertado , pagando aluguel e com 11 filhos para sustentar,  comprou “o direito” de  ocupar um barraco numa favela existente nos fundos do Jardim Anache.  Conseguiu construir uma casa de alvenaria e pouco a pouco as melhorias foram chegando  (água, energia elétrica). Faltava apenas o asfalto.

A comunidade se distribuiu em quatro ruas, que juntas somam, aproximadamente, um quilômetro de extensão. Algumas são vielas com 2,80 metros de largura,  6,20 metros mais estreitas que as vias  locais( de 9 metros).

Em uma das vielas, denominada Guaxe,  moram o senhor Ivo Bezerra, 74 anos, e  dona Odelma Delfino, 71 anos, que estão animados com a chegada das melhorias. “Com o asfalto é outra coisa, a gente não vai sofrer mais com a poeira”, comenta o aposentado, que chegou na comunidade há 28 anos, junto com a mulher.

Dona Avelina de Arruda Diniz, reside na Rua Serrão há 30 anos. Ela acredita que agora, com o asfalto, a  comunidade finalmente passa a fazer parte do Jardim Anache.