Campo Grande, MS
quarta-feira, 20 de janeiro, 2021

Saúde

Mídia CG > Saúde > COVID-19: PREFEITURA RECEBE DOAÇÃO DE 3 MIL MÁSCARAS N95 QUE SERÃO DESTINADAS AOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE

COVID-19: PREFEITURA RECEBE DOAÇÃO DE 3 MIL MÁSCARAS N95 QUE SERÃO DESTINADAS AOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE

Fonte: PMCG

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

Secretário de Saúde, José Mauro Filho ao lado do titular da Semagro, Jaime Verruck.

A Prefeitura de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), está recebendo a doação de 3 mil máscaras N95 que serão destinadas aos profissionais de saúde da Rede Municipal de Saúde que atuam na linha de frente do enfrentamento ao coronavírus (Covid-19). Os equipamentos de proteção respiratória foram doados pela empresa Suzano Celulose e destinados ao município por intermédio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente , Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro). O secretário municipal de Saúde José Mauro Filho recebeu os materiais na tarde desta terça-feira (09) das mãos do titular da Semagro, Jaime Verruck.

A máscara chamada N95 ou PFF2 é capaz de garantir proteção em dois sentidos, porque tem um filtro de ar que bloqueia pelo menos 95% das partículas em suspensão e ajuda na proteção contra doenças por transmissão aérea, como o Covid-19. Seu uso é recomendado especialmente para profissionais que lidam com pessoas infectadas. O modelo é considerado semidescartável, já que pode ser utilizado mais de uma vez, desde que pela mesma pessoa.

Devido a alta demanda mundial provocada pela pandemia do Covid-19, quase todos os municípios e estados estão com dificuldades para aquisição das máscaras, o que reforça a importância de iniciativas como esta para garantir a proteção dos profissionais de saúde.

Mato Grosso do Sul, em especial Campo Grande, tem se destacado nacionalmente pela baixa incidência da doença.  Até o dia 09 de junho a Capital registrou 422 casos confirmados da doença, sendo 291 considerados curados, 109 em isolamento domiciliar, 14 internados e oito óbitos.