Campo Grande, MS
sexta-feira, 4 de dezembro, 2020

Notícias

Mídia CG > Notícias > Documentário gratuito no MIS aborda desafios para conservação do Cerrado

Documentário gratuito no MIS aborda desafios para conservação do Cerrado

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

A importância e as ameaças sofridas pelo bioma predominante em nosso Estado e no Brasil Central são tema do documentário Ser Tão Velho Cerrado, que será exibido nesta quinta-feira (6.12), às 19h, no Museu da Imagem e do Som (MIS), da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS). A entrada é franca.

O documentário dirigido por André D´elia é uma grande campanha em defesa do Cerrado, que sofre com desmatamentos que podem levar um ecossistema inteiro à extinção. O filme expõe a luta para se vencer a ultrapassada mentalidade de conservação do meio ambiente como barreira ao desenvolvimento.

O longa mostra como moradores da Chapada dos Veadeiros, preocupados com o futuro do ecossistema, se juntam para a elaboração de um plano de manejo que os desafia a conciliar interesses aparentemente incompatíveis, abrindo um diálogo necessário entre a comunidade científica, agricultores familiares, grandes proprietários de terra e defensores do meio ambiente.

Ser Tão Velho Cerrado também conta com a participação dos atores Juliano Cazarré e Reynaldo Gianecchini, do mestre espiritual Prem Baba, além de ambientalistas, pesquisadores e gestores públicos. Em 2018 o documentário levou o prêmio do Público de Melhor Filme na 7ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental.

Diálogo

Logo após o documentário acontece no MIS o CineDebate, que contará com a presença da pesquisadora Fernanda Savicki e da bióloga Simone Mamede. Serão debatidas as ameaças que persistem no bioma e alternativas de manejo sustentável.

Fernanda Savicki é pesquisadora em Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz, atua no eixo de Meio Ambiente e Saúde: Biodiversidade e Agronegócio, nas linhas de pesquisa de agroecologia e saúde, impacto dos agrotóxicos na saúde coletiva e uso da biodiversidade medicinal no SUS.

Já Simone Mamede é bióloga, fundadora do Instituto Mamede, atuante nas áreas de Educação Ambiental e Ecoturismo no Mato Grosso do Sul.

A exibição de Ser Tão Velho Cerrado acontece nesta quinta-feira (6.12), às 19h, no MIS, que fica no Memorial da Cultura (avenida Fernando Correa da Costa, 559, 3º andar, Centro). A entrada é franca.

Assista o trailer.

Fonte: Portal do MS