Campo Grande, MS
domingo, 23 de janeiro, 2022

Notícias

Mídia CG > Notícias > EM BRASÍLIA, PREFEITO BUSCA RECURSO PARA TRANSFORMAR HOTEL CAMPO GRANDE EM MORADIA POPULAR

EM BRASÍLIA, PREFEITO BUSCA RECURSO PARA TRANSFORMAR HOTEL CAMPO GRANDE EM MORADIA POPULAR

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

O prefeito Marquinhos Trad cumpre agenda em Brasília nesta segunda-feira (19), onde participa de agenda com o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto. Na ocasião, o prefeito busca recursos para moradia popular, com atenção especial a um projeto para dar mais vida ao Centro de Campo Grande.

O prefeito tenta aprovação de projetos apresentados em 2018. Um deles pode transformar o Hotel Campo Grande em moradia popular. “Para dar mais vida ao nosso Centro, nada melhor do que unidades habitacionais. Um dos principais papeis do Poder Público é dar ao cidadão uma vida digna e essa vida muitas vezes começa com a chave de uma casa própria. Todos nós sonhamos em ter algo que é nosso”, justificou o prefeito.

O Pró-Moradia, do Governo Federal, é um programa que vem com várias modalidades, incluindo o de desapropriação de prédios abandonados (que é o caso), onde se encaixa a proposta para o Hotel Campo Grande.

Prefeito, durante entrevista em Brasília nesta segunda-feira

Prefeito, durante entrevista em Brasília nesta segunda-feira

“Nós temos dois projetos: um para desapropriação do Hotel Campo Grande, com pedido de mais de R$ 13 milhões para esta finalidade, e o outro foi o Retrofit (programa de reforma) mais de R$ 23 milhões”, explica o diretor-presidente da EMHA, Enéas Netto.

A Prefeitura de Campo Grande já tem 588 unidades habitacionais pré-aprovadas pela Caixa Econômica Federal, que aguardam liberação do Ministério do Desenvolvimento. Além disso, deve fazer novos chamamentos públicos para mais de duas mil novas unidades a serem aprovadas pelo Caixa Econômica Federal, que também dependerão de recursos do Governo Federal.

“Temos o Hotel Campo Grande, com 260 aposentos, que estão sendo carcomidos pelas traças e ferrugens. Por isso, viemos aqui apresentar este pleito, junto aos 11 nomes que representam Mato Grosso do Sul na União Federal, para pedir a aprovação  deste projeto muito importante para a nossa cidade”, concluiu o prefeito.