Campo Grande, MS
quinta-feira, 26 de novembro, 2020

Notícias

Mídia CG > Notícias > Em MS, avicultores terão até janeiro de 2020 para adequação das salas sanitárias

Em MS, avicultores terão até janeiro de 2020 para adequação das salas sanitárias

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

O prazo para adequação da sala sanitária nos estabelecimentos avícolas de Mato Grosso do Sul – exigida no Decreto 13.064 que trata dos atos de registro, controle, fiscalização, inspeção ou vistoria de estabelecimentos e outros bens relacionados a aves comerciais em Mato Grosso do Sul – foi prorrogado através de uma publicação feita hoje no Diário Oficial do Estado (DOE), nessa sexta-feira (28.12).

Buscando manter a excelência da sanidade avícola do Estado e o cumprimento das exigências do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) foi decretado que os estabelecimentos avícolas de Mato Grosso do Sul deveriam construir uma sala sanitária para banho e a troca de roupas e calçados na entrada do núcleo.

Mesmo entendendo que a exigência do Mapa não é explícita quanto à necessidade da ‘construção’ de uma sala, já que a normativa fala apenas em ‘troca de roupas e calçados na entrada do núcleo’, em discussão com representantes do setor, entendeu-se que, o cumprimento se daria com maior efetividade com a obra completa.

Segundo Jaime Verruck, titular da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), a flexibilização do prazo não oferece riscos à sanidade avícola de MS, que é considerado atualmente, modelo para o País. “Somos pioneiros em diversas ações e precursores na organização de pautas nacionais”, completou.

O entendimento para prorrogação do prazo se deu em consenso com o setor, mas segundo Jaime Verruck é importante que seja observado que o não cumprimento da medida, dentro do prazo, pode ocasionar no cancelamento do registro do estabelecimento.

“O que tem balizado nossas ações e garantido destaque para o trabalho de sanidade realizado pela nossa agência é, sem dúvida, a boa relação mantida entre o Governo do Estado e o setor produtivo”, conclui.

O prazo para o cumprimento da medida foi prorrogado para 1º de janeiro de 2020, leia na íntegra o decreto publicado na página 5 do DOE.

Fonte: Portal do MS