Campo Grande, MS
sexta-feira, 27 de novembro, 2020

Saúde

Mídia CG > Saúde > EM OPERAÇÃO HÁ 1 ANO, MOTOLÂNCIAS DO SAMU ASSEGURAM RAPIDEZ E AUMENTO NOS ATENDIMENTOS

EM OPERAÇÃO HÁ 1 ANO, MOTOLÂNCIAS DO SAMU ASSEGURAM RAPIDEZ E AUMENTO NOS ATENDIMENTOS

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

O Serviço de Motolâncias do SAMU 192 de Campo Grande completa um ano de operação com ampliação de horário e da equipe de atendimento, registrando 662 deslocamentos. As ampliações contribuíram para o aumento no número de ocorrências, ultrapassando a média mensal de 55 atendimentos.

Até outubro de 2018, uma equipe estava habilitada para prestar os atendimentos em 6 horas diárias. Desde então, mais uma equipe foi capacitada e o serviço é realizado de segunda a sexta-feira, nos períodos matutino e vespertino.

motolancias grafico um anoAs motolâncias são equipadas com desfibrilador externo automático para vítimas de parada cardiorrespiratória, material de oxigênoterapia, colar cervical e imobilização, entre outros materiais de primeiros socorros. As duas motolâncias reduzem o tempo de atendimento pela metade, passando de seis para até três minutos, dependendo do local da ocorrência.

Quando acionados, os motossocorristas sempre saem em dupla, em motolâncias distintas. Cada profissional carrega dentro do baú um tipo de material específico, para as ocorrências de casos clínicos ou com traumas.

O enfermeiro Marcel Nobre é formado na primeira turma de motosocorristas do SAMU e fala com orgulho de sua atuação e poder contribuir para salvar vidas.

“Com orgulho completamos  1 ano de atividade, ainda de forma humilde, corremos diariamente na cidade para ajudar aquelas pessoas que precisam de atendimento, com muita dedicação, orgulho, força de vontade, superando os riscos, o trânsito violento o clima e saímos em prol de pessoas que nem conhecemos  e que talvez nunca mais as vejamos, mas sempre com a certeza de ter feito o máximo te mostrar com honra e orgulho nosso símbolo. Ser um motosocorrista do SAMU é alcançar um sonho”, diz.

Para fazer os atendimentos, os socorristas utilizam todos os equipamentos de proteção individual necessários, como capacete, luva, colete especial com sistema de airbags, joelheiras e protetor de tórax.

A equipe é formada por quatro enfermeiros e sete técnicos de enfermagem, sendo uma técnica a única mulher entre os profissionais. Ela é motivo de orgulho para os companheiros e a sua formação como motossocorrista em setembro do ano passado foi uma oportunidade de crescimento e um desafio para a carreira. Clique aqui e saiba mais sobre a motossocorrista Mirian Freitas Isac.

As motocicletas foram doadas pelo Ministério da Saúde em 2009 e até o ano passado estavam passíveis de devolução se não iniciassem a operacionalização. O processo de devolução foi suspenso no início de 2017, por meio da intervenção da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), que viu com extrema importância e necessidade que estes veículos atuassem nos atendimentos emergenciais.

Equipe Motolância
Enfermeiros Marcel, Marnon, Gustavo e Alex. Os técnicos de enfermagem Jacson, Karlucio, Silvio, Fábio, Bruno, Fernando e Mirian.