Campo Grande, MS
quinta-feira, 24 de junho, 2021

Educação

Mídia CG > Educação > ESCOLA DO CAMPO FAZ PRIMEIRA COLHEITA DE MILHO, COM AJUDA DA COMUNIDADE

ESCOLA DO CAMPO FAZ PRIMEIRA COLHEITA DE MILHO, COM AJUDA DA COMUNIDADE

Fonte: PMCG

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

Com a primeira experiência em plantio de milho, alunos e professores da Escola Municipal Agrícola Barão do Rio Branco, no distrito de Rochedinho, participaram neste mês de abril da colheita de aproximadamente meio hectare.

O plantio foi a pedido da comunidade, que trabalhou na lavoura ao lado dos professores, alunos e funcionários da unidade. A parceria resultou na cedência de parte da terra de um morador, de trator e de uma grade para arar o solo.

Toda a produção do milho será utilizada na escola, para ração aos animais. O cuidado com a roça de milho foi dividido entre dez pessoas da comunidade, mas a preparação e o dia a dia teve acompanhamento dos professores e cuidadores, e os alunos tiveram acesso aos conteúdos de forma remota, para colocarem em prática, em suas próprias plantações, em casa. O plantio teve início no mês de fevereiro.

O diretor da unidade, Francisley Galdino, explicou que o bom rendimento na colheita aconteceu devido a diversos fatores. “A terra era virgem e fizemos o estudo dela, utilizamos somente adubo.” .

A atividade teve por objetivo dar continuidade ao trabalho da escola, servir de laboratório e subsídio para as videoaulas, com vistas ao ensino remoto dos professores, os quais utilizam os espaços da escola para as aulas, que são fundamentadas pela prática. “Este foi um plantio desafiador, uma vez que nossos alunos estão acompanhando tudo por videoaula, áudio e fotos. Sempre buscamos levar o conhecimento para eles. As aulas on-line têm os contras e os prós, e um dos grandes benefícios é que soubemos aliar o homem do campo às tecnologias.”, afirma a professora Crissia Fernanda de Souza.

“Achei excelente a iniciativa da escola em continuar desenvolvendo atividades relacionadas ao campo, mesmo em tempos de pandemia. As crianças não ficam somente focadas nos livros e apostilas, mas saem para a prática e, dessa forma, damos continuidade à nossa cultura.”, comentou Bruna da Silva Marques, mãe de uma aluna da escola.

A aluna Eduarda da Silva Marques, do 8º ano, acompanhou à distância o crescimento da lavoura e diz que a prática, que pode ser visualizada por meio de vídeos e fotos, ajudou a incrementar o conteúdo teórico, que aprendeu com as aulas remotas. “Consegui ver na prática como preparar a terra, plantar e colher. Aprendi com meus professores a plantar, colher e garantimos o alimento das nossas galinhas”.

O plantio do milho foi escolhido para que os alunos pudessem estudar sobre as grandes culturas e por ser alimento para os animais da escola (avicultura).  A colheita foi realizada quando os grãos de milho já estavam secos, prontos para servirem de alimento para os animais.

Na próxima etapa, a técnica será de aproveitamento da palhada no solo, para servir de cobertura para a próxima cultura. Essas técnicas são transferidas para os alunos e para os pais. “A Escola Barão do Rio Branco é uma vitrine de conhecimento para a região de Rochedinho.”, conclui a professora Crissia.

A intenção é levar as práticas de cultivo baseado em pesquisas, para que os alunos entendam a necessidade de planejamento e orientação técnica para o plantio. A finalidade da escola e da equipe pedagógica é buscar fazer com que os educandos permaneçam no campo e ajudem no desenvolvimento local.