Campo Grande, MS
terça-feira, 28 de setembro, 2021

Notícias

Mídia CG > Notícias > ESCOLAS BENFICA, LICURGO DE OLIVEIRA E JOSÉ MAURO CONQUISTAM O PRIMEIRO LUGAR EM COMPETIÇÃO DE GINÁSTICA DA REME

ESCOLAS BENFICA, LICURGO DE OLIVEIRA E JOSÉ MAURO CONQUISTAM O PRIMEIRO LUGAR EM COMPETIÇÃO DE GINÁSTICA DA REME

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

As equipes de ginástica das escolas municipais José Rodrigues Benfica, Licurgo de Oliveira Bastos e José Mauro Messias (Poeta das Moreninhas) foram as campeãs das competições de ginástica artística e rítmica, que também integram os Jogos Escolares da Reme. As provas aconteceram durante todo o sábado (29), no ginásio do Instituto Mirim, na Vila Carvalho.

Ginástica_Reme_4Pela manhã foram realizadas as provas de solo da ginástica artística, que consagrou a escola Benfica no masculino e Licurgo de Oliveira no feminino. Já no período da tarde foi a vez da ginástica rítmica, com apresentações em equipe e individuais. As atletas mostraram toda a graça da modalidade através do arco e bolas. Também houve disputas na categoria mãos livres. Ao todo as provas reuniram 187 alunos da Rede Municipal de Ensino que participam das aulas oferecidas no contraturno das escolas pela equipe da divisão de esporte, arte e cultura da Reme.

Para o chefe da divisão de esporte, Marcos Antonio Lopes, as competições são uma oportunidade para reunir as famílias e incentivar atividades saudáveis entre os alunos. “A participação dos pais é muito importante para nossos alunos, que ficam motivados a continuar a prática esportiva e a valorizar o trabalho em equipe”, destacou.

Alunas da escola Professor Vanderlei Rosa de Oliveira, Gabriela Aguiar Barbosa, 14 anos e Maria Antônia Rabelo de Oliveira, 13 anos, ficaram surpresas por também conquistarem medalhas, já que praticam a ginástica há poucos meses. O nervosismo e a ansiedade antes da prova não atrapalharam o desempenho em solo das meninas, que deram um show com os elementos arco e bolas.

Ginástica_Reme“Pratico só há quatro meses, mas sempre gostei da modalidade. Não treinava antes porque morava em chácara e agora me mudei para perto da escola, o que ficou mais fácil. As dificuldades existem, mas a gente supera com os treinos”, afirmou.

Maria Antônia ressalta que também recebe muito apoio da professora e não perde um dia de treinamento. “O exercício físico melhora muito o bem-estar da gente. É importante ter essas aulas na escola para completar nossa educação”, disse.

Para a atleta Joana Franco Torres, 11 anos, que representou a escola Danda Nunes, o fato de treinar há apenas um mês não intimidou sua participação nos Jeres. “A professora faz com que a gente se sinta bem. Sou muito ativa. Já fiz balé e quis voltar a praticar alguma atividade e quando surgiu a oportunidade na minha escola, eu me inscrevi. O esporte ajuda na concentração”, ensinou.

Ginástica_Reme_2Na opinião dos pais que prestigiaram o evento, a concentração, a possibilidade de ter os filhos em período integral na escola, nos dias de treinamento é uma das principais vantagens das aulas de esporte e arte oferecidas na Reme.

Mãe da aluna Naira Vitória, da escola Vanderlei Rosa, a diarista Maria Emília Marques dos Santos Toledo conta que a filha, que também faz aulas de pintura na escola, não perde um dia de treino. “Fico tranquila porque sei que ela não está na rua, além de aprender uma atividade que vai beneficiá-la pela vida toda”, comentou. Mara Emília também destaca que a família faz questão de comparecer em todas as competições e até oferece carona para os colegas da filha.

“Às vezes algum pai não pode comparecer e eu me ofereço para transportar. O importante é a criança se sentir motivada, por isso fundamental o apoio das famílias”, destacou.

Ginástica_Reme_3Apesar da característica competitiva dos Jeres, a dona de casa Tailane Ozório Pereira, incentiva a participação da filha Tiffany Pereira Sodré, aluna da escola Desembargador Carlos Garcia de Queiroz, com o objetivo de desenvolver o espírito de equipe e a habilidade de compreender as derrotas. “O importante é participar, fazer parte da equipe. A irmã de Tiffany  também participa dos  Jogos Infantis da Reme. Eu dou muito apoio porque é importante ter uma vida saudável”, disse.