Campo Grande, MS
quinta-feira, 13 de maio, 2021

Notícias

Mídia CG > Notícias > EVENTO ESTADUAL DESTACA CAMPO GRANDE COMO REFERÊNCIA EM IMPLANTAÇÃO DE MODELO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO

EVENTO ESTADUAL DESTACA CAMPO GRANDE COMO REFERÊNCIA EM IMPLANTAÇÃO DE MODELO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO

Fonte: PMCG

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

Realizada nesta quinta-feira (08), de forma virtual, a reunião do Comitê de Implementação do Modelo de Excelência em Gestão (Meg-Tr) de Mato Grosso do Sul destacou o modelo de excelência em gestão avançada adotado pela Prefeitura Municipal de Campo Grande. O Superintendente de Captação de Recursos e Convênios da Subsecretaria de Gestão e Projetos Estratégicos (Sugepe), Angelo Mateus Prochmann, apresentou os resultados obtidos após um ano da adoção das medidas. “O projeto, considerado piloto no município, inicialmente envolveu as principais secretarias e autarquias ligadas diretamente à gestão, governança e que recebem recursos das transferências voluntárias da União. Entretanto, o modelo adotado pela Prefeitura de Campo Grande permite a participação de qualquer unidade administrativa e acesso às reuniões de avaliação de cada ciclo, para incrementar e aprimorar o processo de avaliação e definição das prioridades”, pondera Angelo.

A reunião contou ainda com a presença do representante do Departamento de Transferências da União do Ministério da Economia, Esaú Mendes; do Tribunal de Contas da União, Mário Bertuol; do coordenador da Rede +Brasil em Mato Grosso do Sul, Luis Carlos Morente; da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul), Ana Cristina Vieira de Andrade; do superintendente de Gestão Estratégica do Governo de MS, Thaner Castro Nogueira; do diretor de desenvolvimento do MS Competitivo, Reginaldo Lima; e da diretora de educação continuada da Fundação Escola de Governo de MS, Silvana Marchini, entre outros.

O Modelo de Excelência em Gestão foi instituído pelo Ministério da Economia, o qual obriga sua implantação em todos os Estados e Municípios que dependem de transferência voluntária da União. O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul coordena o processo e instituiu um Comitê Gestor com entidades, representantes dos municípios e iniciativa privada para contribuir com a iniciativa. “Nessa missão, Campo Grande saiu na frente, foi eficaz na implantação do Meg e inicia liderando o processo em Mato Grosso do Sul, sendo referência para os demais municípios do Estado e Brasil”, avalia o coordenador da Rede +Brasil em Mato Grosso do Sul, Luis Carlos Morente.

Segundo o coordenador do Ministério da Economia, Esaú Mendes, o município de Campo Grande é um caso de sucesso nacional na implantação do Meg-Tr. “Com essa conquista, vai contribuir sobremaneira na sensibilização, conscientização e motivação aos demais municípios do Estado, devido a sua liderança e referência em Gestão Pública”, pontua. Mendes ainda ressalta que, com a implantação do Modelo, os municípios, além de cumprirem com a determinação do Ministério da Economia, conquistam a chance de profissionalizar a Gestão Pública, que é o único caminho para garantir o Desenvolvimento Sustentável de fato e proporcionar as entregas prioritárias em todas as áreas de necessidades da população. “O Meg será o marco inicial e Campo Grande nosso referencial pioneiro nessa missão”, finaliza.

O Meg-Tr é uma metodologia de referência utilizada para avaliação e busca retratar o estágio atual de desenvolvimento do município, bem como na definição de boas práticas que devem ser perseguidas para melhorar as entregas ao cidadão. O modelo prevê a realização de uma autoavaliação, com base em sete fundamentos: Governança; Estratégias e Planos; Sustentabilidade; Compromisso com as Partes Interessadas; Capital Intelectual; Orientação por Processos; Geração de Valor Público para as partes interessadas.

Meg em Campo Grande

A iniciativa de aprimorar a gestão pública vem sendo implementada desde março de 2020, quando o município começou a adotar o Modelo de Excelência em Gestão (Meg-Tr). Até então, a unidade designada para implementar o Meg foi a Diretoria-Executiva de Planejamento e Gestão Estratégica da Secretaria de Governo e Relações Institucionais (Segov), com apoio da Agência de Tecnologia da Informação e Inovação (Agetec). Em março deste ano, o trabalho passou a ser desenvolvido pela recém-criada Subsecretaria de Gestão e Projetos Estratégicos (Sugepe), vinculada ao Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Grande.

O projeto piloto consiste na sensibilização dos gestores, capacitação e orientação técnica, constituição do Comitê de Governança e Gestão (CGG), aplicação de dinâmica para autoavaliação, priorização de oportunidades e definição do Plano de Melhorias Priorizadas. O Modelo também considera a adesão ao Sistema de Melhoria da Gestão das Transferências do Ministério da Economia, para posterior validação e certificação do Instrumento de Melhoria da Gestão – IMG-Tr.

Em 2020, o Comitê de Governança e Gestão (CGG) realizou três reuniões para planejamento, uma oficina de autoavaliação (envolvendo 18 secretarias e 23 participantes), além de três reuniões para sistematização, priorização e elaboração do Plano de Melhorias Priorizadas, que deverá ser monitorado até o próximo ciclo de avaliação. Das sugestões apresentadas na oficina, foram sistematizadas 49 oportunidades de melhoria e priorizadas sete ações para compor o Plano de Melhorias do 1º ciclo do Meg-Tr de Campo Grande.

Além de realizar a autoavaliação, a metodologia do Meg-Tr prevê a validação do processo pela Coordenação da Rede +Brasil (antiga Rede Siconv), contendo o Plano de Melhoria da Gestão e o Nível de Maturidade da Gestão.

Com a criação da Sugepe, a Prefeitura começa a adotar uma nova metodologia de acompanhamento de projetos considerados estratégicos pela administração em consonância com as diretrizes do Meg, estabelecendo o Plano Municipal de Gestão Estratégica 2021-2024.