Campo Grande, MS
segunda-feira, 18 de outubro, 2021

Saúde

Mídia CG > Saúde > FORÇA-TAREFA VAI VISTORIAR 100% DOS IMÓVEIS DE ÁREA COM MAIOR ÍNDICE DE INFESTAÇÃO DO AEDES

FORÇA-TAREFA VAI VISTORIAR 100% DOS IMÓVEIS DE ÁREA COM MAIOR ÍNDICE DE INFESTAÇÃO DO AEDES

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

Servidores da UBSF Alves Pereira participaram de capacitação para melhorar efetividade do serviço.

A partir da próxima terça-feira (29) mais de 30 agentes comunitários de saúde e de combate a endemias estarão mobilizados em uma força-tarefa para vistoriar 100% dos imóveis da região da UBSF Alves Pereira. A área da unidade apresentou o maior índice de infestação para o mosquito Aedes aegypti,conforme o último LiRaa divulgado esta semana pela Coordenadoria de Controle de Endemias Vetoriais (CCEV). O objetivo é reduzir os índices de infestação e consequentemente os casos das doenças transmitidas pelo mosquito.

Nesta semana os servidores que estarão envolvidos neste trabalho passaram por uma capacitação conduzida pela de Educação em Saúde e gerentes técnicos da coordenadoria para definir o plano de trabalho e ações integradas, além de receberem orientações para aumentar a efetividade do rastreamento e eliminação dos depositos e potenciais criadouros do mosquito.

Segundo a supervisora técnica do CCEV, Josiane Abregos, a ação irá abranger 5.078 imóveis dos bairros  Colibri, Alves Pereira, Naschiville, Vila Antunes e adjacentes. O trabalho deve se estender durante toda a semana e os agentes serão divididos em equipes que irão percorrer as áreas divididas por quarteirão.

“O objetivo é visitar casa por casa e, além de orientar o morador sobre a necessidade dos cuidados para evitar a proliferação do mosquito, será feito o tratamento e remoção dos grandes depositos e materiais inservíveis, além da identificação e eliminação de focos”, diz.

Os imóveis que eventualmente estiverem fechados com ausência momentânea do morador deverão ser visitados em um segundo momento em data ainda a ser definida.

Estratégia

A área da UBSF Alves Pereira foi escolhida para receber esse trabalha pois é a considerada mais crítica de infestação com 7.3%, segundo o LiRaa. Em seguida aparecem as áreas da UBS Universitário (6.3%), UBSF Vida Nova (6.1%); Cruzeiro/Autonomista (6%), UBS Dona Neta (5.6%), UBSF Cidade Morena (5%), UBS Jockey Clube (4.5%) e Centro Amambai (4.5%). O LiRaa completo está disponível para download no  link: http://www.campogrande.ms.gov.br/cgnoticias/downloads/liraa-janeiro-2019/

Dados epidemiológicos

De  acordo com os dados epidemiológicos divulgados pela coordenação até o momento foram notificados 451 casos de dengue, seis de chikungunya e de zika. Em janeiro do ano passado (2018) foram notificados 374 casos de dengue, 27 de chikungunya e 22 de zika.