O município de Campo Grande aderiu ao Sinesp-CAD do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), uma ferramenta de suporte a serviços públicos emergenciais, que permite a integração do atendimento de forças de segurança pública a outros órgãos do país. Com isso, o tempo de resposta nas ocorrências terá redução expressiva, além de melhorar o planejamento operacional.

Além disso, o sistema permite a consulta no banco nacional de informações de trânsito e foragidos da justiça e Campo Grande é a primeira capital do país a celebrar  o Termo de Cooperação Técnica com o Ministério da Justiça e Segurança Pública.

A prefeita Adriane Lopes destaca que a gestão tem priorizado o uso de tecnologias para otimizar o atendimento ao cidadão. “Essa ferramenta tecnológica é mais uma das quais a atual gestão passa a utilizar e, neste caso, na segurança pública. O uso da tecnologia agiliza nossos serviços, otimizando o atendimento ao cidadão e, claro, todos ganhamos com isso”, enfatiza.

Segundo o secretário Especial de Segurança e Defesa Social Valério Azambuja, a ferramenta irá operar a partir da próxima semana. “Vamos começar a usar o Sinesp-CAD já na segunda-feira (9). O  sistema proporciona a integração das bases de dados, rapidez nas operações diárias da GCM e eficiência na compilação das informações para tomada de decisões estratégicas”.

A Guarda Civil Metropolitana de Campo Grande capacitou 10 agentes para atuarem como multiplicadores, para transmitir o conhecimento junto às guardas civis de Dourados, Corumbá, Ponta Porã, Ladário e Bonito. O mesmo é fornecido pelo Governo Federal de forma totalmente gratuita, integrando Município, Estado e Governo Federal.

“O Sinesp-CAD está presente na Polícia Rodoviária Federal (PRF), em 22 estados e no Distrito Federal. Em outras instituições, a ferramenta já foi implantada por meio da Senasp em 11 estados: Amapá, Amazonas, Acre, Pará, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Roraima, Sergipe, Maranhão, Rio de Janeiro e Pernambuco”, enfatiza Clodoaldo Bandeira, analista de negócios do Sinesp-CAD.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *