Campo Grande, MS
quarta-feira, 12 de maio, 2021

Notícias

Mídia CG > Notícias > OBRAS AVANÇAM E LOJAS CONTINUAM DE PORTAS ABERTAS NO CENTRO

OBRAS AVANÇAM E LOJAS CONTINUAM DE PORTAS ABERTAS NO CENTRO

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

Com equipes em horário estendido, frentes de trabalho em todas as quadras e ritmo acelerado, as obras de requalificação da Rua 14 de Julho já estão 60% concluídas. Quem vê a via cheia de operários e materiais em toda a parte, não precisa se assustar porque o acesso às lojas está garantido.

Para fazer o consumidor transitar com segurança, foram instaladas passarelas em vários pontos da rua e em algumas entradas de comércios onde as escavações estão mais intensas.

A diarista Jussara Ramalho não deixou de frequentar o centro da cidade por conta das obras. Para ela, continua sendo o local preferido de compras. “Fica um pouco difícil de andar por aqui, mas sei que vai ficar tudo mais bonito. E estava precisando muito, né. É só ter paciência”.

O segurança Rodrigo Fizio também preferiu a Rua 14 de Julho para comprar o presente da mãe. “Os preços são melhores e tem mais variedade. E essa obra tinha mesmo que ser feita, lembro que o centro tava abandonado, agora imagina sem fios, calçada que a gente não tropeça, sem buraco. Vai ficar uma maravilha”.

Posso ajudar?

O Dia das Mães para o comércio é uma das principais datas de vendas e, de acordo com o levantamento do Instituto de Pesquisa da Fecomércio, a preferência dos consumidores, 70,17% dos entrevistados, é comprar presentes para as mães nas lojas do centro.

Para ajudar na locomoção dos pedestres nos locais onde estão acontecendo as obras do Reviva Campo Grande, a Engepar, empresa executora dos serviços, colocou 30 pessoas uniformizadas como orientadores da população. “Eles estão à disposição para ajudar”, afirma o engenheiro Thiago Gonçalez.

O Dia das Mães deve movimentar R$ 61,09 milhões em Campo Grande. Desse total, R$ 32,12 milhões serão destinados à compra de presentes (52,57%) e R$ 28,97 milhões às comemorações (47,43%), de acordo com a pesquisa da Fecomércio.