Campo Grande, MS
domingo, 9 de maio, 2021

Saúde

Mídia CG > Saúde > PACIENTES DE UBSF APREENDEM A CONFECCIONAR ARMADILHA PARA CAPTURAR O MOSQUITO AEDES AEGYPTI

PACIENTES DE UBSF APREENDEM A CONFECCIONAR ARMADILHA PARA CAPTURAR O MOSQUITO AEDES AEGYPTI

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

Uma iniciativa da Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) Iracy Coelho está proporcionando aos pacientes aprenderem a confeccionar uma armadilha para capturar o mosquito Aedes Aegypti – transmissor da dengue, zika e chikungunya.  A “mosquitoeira” é uma solução simples e eficiente que pode ser feita em casa com custo praticamente zero.

A ideia de ensinar os pacientes da UBSF a fazer a armadilha foi da assistente social Rosemary Castanho do Nascimento. As oficinas são realizadas de forma programada e têm atraído cada vez mais interessados em aprender a confeccionar a ferramenta.

Para fazer a mosquitoeira, é necessário ter uma garrafa PET, micro tule ou tela fina, lixa de madeira, fita isolante, alpiste, arroz cru ou ração de gato utilizados para “nutrir” a água com microorganismos.

Depois de pronta, ela vai atrair o aedes aegypti e outros mosquitos, que vão depositar seus ovos naquela água. Quando os ovos virarem larvas e depois mosquitos, ficam presos dentro da mosquitoeira.

Armadilha confeccionada na unidade.

Armadilha confeccionada na unidade.

A recomendação é de que quando for feito o descarte da água da mosquitoeira, o ideal é misturá-la com detergente ou água sanitária para matar os bichinhos, ou misturar a água com areia. Não deve se jogar o líquido na pia, em jardins ou no vaso sanitário, já que isso pode estimular a proliferação dos mosquitos.

A superintendente de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (SESAU), Veruska Lahdo, reforça que mesmo com a armadilha, é importante verificar a presença de água parada e erradicar os pontos para coibir a proliferação dos insetos em todo o ambiente.

“Não adianta fazer a armadilha e não verificar todo o quintal para ver se tem foco. Essa é uma alternativa e uma ferramenta a mais para auxiliar no combate, porém o mais importante é eliminar os potenciais criadouros”, enfatiza.

O que é necessário para fazer uma mosquitérica?

  • 1 garrafa de 2 litros de plástico (tipo PET)
  • Tesoura
  • Lixa de madeira (nº 180)
  • Rolo de fita isolante ou fita adesiva de forte aderência
  • Pedaço de tecido do tipo “filó” ou “micro tule”, o bastante para a vedação do bico do recipiente
  • Arroz para alimentar as larvas ou alpiste

Como montar o equipamento?

  • Passo 1: Cortar a garrafa em dois, sendo que a parte da boca seja menor, a formar um funil
  • Passo 2: Retirar a tampa do recipiente. De forma cuidadosa, retirar o anel (parte que se destaca da tampa), lacrar e guardar, pois será utilizado posteriormente
  • Passo 3: Colocar o tecido de vedação no gargalo e prendê-lo com o anel
  • Passo 4: Lixar o interior do funil, com isso, a área de evaporação aumenta, facilitando ao mosquito a localização da mosquitérica
  • Passo 5: Colocar o alimento escolhido na parte de baixo do recipiente. Indicam-se cinco grãos de alpiste ou três de arroz, é importante que seja bem triturado
  • Passo 6: Coloque a parte do gargalo de cabeça para baixo, na parte de baixo do recipiente
  • Passo 7: Utilize a fita isolante para fazer a fixação das 2 partes, externamente
  • Passo 8: Insira água filtrada (sem cloro) na parte de dentro da mosquitérica, deixando a alguns centímetros do gargalo.
armadilha