Campo Grande, MS
quinta-feira, 24 de junho, 2021

Educação

Mídia CG > Educação > PALESTRA DA SEMED ABORDA SETEMBRO VERDE DA INCLUSÃO SOCIAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA

PALESTRA DA SEMED ABORDA SETEMBRO VERDE DA INCLUSÃO SOCIAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

No mês de setembro, no dia 21, comemora-se o Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência, e a Secretaria Municipal de Educação (Semed), com um número expressivo de alunos com deficiência não ficou de fora. Iniciou nesta segunda-feira (24), no Espaço de Formação (Cefor), prosseguindo até na sexta-feira (24), o ciclo de palestras para tratar a tema.

O objetivo do evento é mostrar o progresso, o avanço das pessoas com deficiência e como elas podem estar inseridas na sociedade. O intuito também é valorizar os profissionais que atendem essas pessoas na sociedade.

O evento que reuniu mais de 300 pessoas no auditório da Semed, contou com grande presença de diretores de escolas e Centros de Educação Infantil (Ceinfs), para prestigiar palestras com a temática voltada a pessoas com deficiência.

Vários técnicos da própria Secretaria de Educação, da Divisão de Educação Especial (DEE), fizeram parte do evento. O setor responsável pela educação especial, fica sob a responsabilidade da Superintendência de Políticas Educacionais (Suped).

Na programação do evento a Divisão de Educação Especial vai colocar todos os dias pessoas com deficiência para realizar apresentações culturais de dança, canto, recitando, tocando piano e depoimentos pessoais. Aluna da Escola Municipal Arlindo Lima, Larissa Barros de Oliveira, de 12 anos, do 7º ano, realizou o cerimonial do evento, com leitura em braile de toda a programação da palestra.

O evento contará com a presença de pessoas com deficiência física, cegueira, surdez, autismo, entre outras. A inserção de deficientes nas apresentações tem a intenção de mostrar aos convidados, que, as pessoas conseguem se colocar na sociedade e, se projetar, que a inclusão é possível.

O prefeito Marquinhos Trad, explanou sobre a importância do Estado diante das pessoas com deficiência e falou sobre o trabalho dos profissionais da Semed para com os alunos deficientes inseridos dentro da Rede Municipal de Ensino (Reme). “Qual é a função estatal, se não proteger e dar justiça a todas essas pessoas que formam uma comunidade. Proteção, justiça e, acima de tudo, dar a cada um o que lhe pertence. A partir do momento que o Estado é justo, seu povo é justo e a partir que o mesmo der o exemplo, a comunidade também dará o seu.  O estado não tem o direito de tolher as reivindicações dessas comunidades, a política é a arte de unir as pessoas. O funcionários da Semed estão dando um exemplo do poder do estado”.

Em tempo, o prefeito ainda destacou e parabenizou os professores pelo resultado do Índice de Desenvolvimento da Educação (IDEB) que a Reme obteve.

A Secretaria de Educação Municipal, Elza Fernandes, ressaltou para os convidados o trabalho que os profissionais da Rede Municipal proporcionam a qualidade de vida para a sociedade. “É muito gratificante ouvirmos boas notícias em relação à inclusão na Rede e isso só é possível com o empenho, amor e dedicação dos profissionais que estão na ponta. A educação especial eu vejo com um carinho muito grande. É um trabalho onde os profissionais podem oferecer melhor qualidade de vida à pessoa com deficiência”.

“O evento vem para mostrar para sociedade que a inclusão é possível, que é viável, e mostrar para a pessoa com deficiência que ela pode, que ela consegue, que ela tem que vencer suas próprias barreiras, comentou a chefe da Divisão de Educação Especial, Lizabete Coutinho de Luca.

A professora de educação física, Alessandra Amorim Stuart, do Ceinf Maria Dulce Prata Cançado, fala sobre a importância do evento e a mudança da cultura da sociedade com as pessoas com deficiência. “O evento é muito bom, pois traz algumas palestras que ajudam muito os pais e os professores para trabalharem em sala de aula e no seu dia a dia. Acho importante essa data porque as pessoas com deficiência estão saindo de casa. Temos adaptações de ônibus, entre outras coisas como estar participando mais nas escolas que antigamente não eram assim e hoje em dia tem professores mais preparados”.

Na Rede Municipal trabalham mais de mil profissionais para atender 2.200 estudantes com deficiência. A Semed possui equipes de profissionais que fazem atendimento de Tecnologia Assistida (TA), sala de recursos funcionais (SRM), de Baixa Visão (BV), Transtorno do Espectro Autista (TEA), Equipe de Ceinfs (atendimento às crianças especiais – infantil) e NUMAPS (Núcleo Municipal de Apoio Psicopedagógico).