Campo Grande, MS
quarta-feira, 25 de novembro, 2020

Notícias

Mídia CG > Notícias > PALESTRA NA SEMED FAZ ALUNOS DO PROFUNCIONÁRIO REDESCOBRIREM A HISTÓRIA DE CAMPO GRANDE

PALESTRA NA SEMED FAZ ALUNOS DO PROFUNCIONÁRIO REDESCOBRIREM A HISTÓRIA DE CAMPO GRANDE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
SONY DSC

Campo Grande, 18/08/2018 às 14:32

A história de Campo Grande, seus colonizadores e evolução social e econômica foi o tema da palestra ministrada neste sábado (18) pelo professor de História Olavo Costa Barrios Filho, no Centro de Formação da Secretaria Municipal de Educação (Semed). Técnico do Centro de Formação da Semed,  o professor falou para um público de pelo menos 150 servidores administrativos matriculados no programa Profuncionário.

Participaram os profissionais que compõem as turmas que atuam na alimentação escolar, secretaria escolar e manutenção e organização escolar.

A palestra também contou com curiosidades históricas e destacou a trajetória das famílias e dos diferentes povos, pioneiros que ajudaram a desbravar a região em busca de melhores oportunidades. Para inserir o público no clima de nostálgico, foram expostos nos corredores do Cefor, fotos e painéis que levaram os visitantes a redescobrir locais e as tradições do campo-grandense.

O material ilustrativo destacou pontos turísticos, como a praça Ari Coelho,  o Cine Santa Helena, primeiro cinema da capital a utilizar sistema de som e imagem simultâneos, graças a um equipamento trazido da Europa, o Hotel Globo, primeiro edifício da então Vila de Santo Antônio de Campo Grande, construído em 1890, além de outros pontos, como o prédio histórico da agência dos Correios, na Avenida Calógeras, que ainda permanece no mesmo local e a mais representativa avenida da cidade, a Afonso Pena.

SONY DSC

SONY DSC

Através do painéis, foi possível resgatar a memória da formação da Capital e provocar uma reflexão sobre a evolução da cidade.

O professor Olavo Barrios concentrou sua explanação em três pontos fundamentais da criação e desenvolvimento de Campo Grande: a chegada da ferrovia, a transferência, em 1921, de Corumbá para Campo Grande, do comando da Circunscrição Militar e quando a cidade se transforma em capital. “São três momentos marcantes que fui costurando com a chegada dos imigrantes e a contribuição de cada povo que imprimiu um pouco de sua cultura, formando as características que temos hoje”, relatou.

Para Olavo, devido a riqueza de sua história, o aprendizado sobre a Capital deve ser constante, mesmo para os nascidos na região. “Temos uma história muito extensa, repleta de dados, por isso é importante, principalmente para quem atua na Educação, buscar todo tipo de informação”, ressaltou.

A secretária municipal de Educação, Elza Fernandes, que participou da abertura do evento, também destacou a importância de compreender melhor o processo histórico da região. “A partir do momento que vocês entram em nossas unidades, também são educadores, por isso agradeço a parceria com a equipe do Profuncionário, que está possibilitando esta oportunidade para vocês”, afirmou a secretária.

Profuncionário

O Profuncionário (Programa Indutor de Formação Profissional em Serviço dos Funcionários da Educação Básica Pública), é um curso técnico de formação para os funcionários da Educação que exercem funções administrativas nas escolas das redes públicas estaduais e municipais de educação básica. Ele oferecido na modalidade a distância com habilitação em Gestão Escolar, Alimentação Escolar, Multimeios Didáticos e Meio Ambiente e Manutenção da infra – estrutura Escolar.

O professor Edgimar Cançanção, coordenador do Profuncionário no município, explica que a formação dos alunos é voltada para uma visão educacional, por isso a ideia de proporcionar a palestra aos participantes do programa. “Muitos dos que participam do Profuncionário têm uma perspectiva de ir além em seus estudos e compreendem melhor a importância do seu papel dentro da unidade onde trabalham, por isso essas formações e palestras contribuem muito com o crescimento deles”, destacou Edgimar.

A aluna Neuma Barbosa da Silva Santos, que atua na escola Vanderlei Rosa como merendeira, ingressou no programa este ano e considera os conteúdos abordados nas aulas enriquecedor. “Essa palestra contribuiu para ampliar nossos conhecimentos. Eu que não nasci aqui tenho muita vontade de aprender cada vez mais sobre a história da cidade. Todo este aprendizado está somando muito na minha vida”, pontuou.

O evento também contou com murais e uma instalação destacando textos e fotos das atividades realizadas pelos alunos através do Profuncionário.