Campo Grande, MS
segunda-feira, 29 de novembro, 2021

Notícias

Mídia CG > Notícias > PREFEITO BUSCA RECURSOS EM BRASÍLIA PARA TORNAR CAMPO GRANDE UMA CIDADE INTELIGENTE

PREFEITO BUSCA RECURSOS EM BRASÍLIA PARA TORNAR CAMPO GRANDE UMA CIDADE INTELIGENTE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

O prefeito Marquinhos Trad apresentou em Brasília projetos para modernização de serviços e transformação da nossa Capital em cidade inteligente.

Os projetos de implantação da rede de fibra óptica, modernizando a  Rede Pública de Comunicação, e de Estruturação da rede de dados e equipamentos para o principal corredor de mobilidade urbana de Campo Grande vão modernizar serviços essenciais para a população.

Prefeito durante agenda no Ministério da Integração e Desenvolvimento Regional

Prefeito durante agenda em Brasília

Hoje, a rede de dados da Capital é composta, em sua maioria, por transmissão via rádio e com alguns pontos de fibra óptica. A ideia é que o anel que interliga as principais torres de transmissão de sinal sejam conectadas com fibra e esse sinal possa ser expandido. Com uma rede robusta, a Prefeitura poderá oferecer um sinal de melhor qualidade, garantindo mais eficiência e celeridade nos serviços que dependam de conexão com a internet.

Com os projetos, a Prefeitura tem como enfoque a cidade criativa e sustentável, que faz uso de tecnologia  em seu processo de planejamento e com a participação da população, pensando no conceito de ‘smart cities’, que são

Diretor-presidente da Agetec, Paulo Fernando Cardoso

Diretor-presidente da Agetec, Paulo Fernando Cardoso

sistema de pessoas interagindo e usando energia, materiais, sérvios e financiamento para catalisar o desenvolvimento econômico e a melhoria da qualidade de vida.

“Esses fluxos de interação são considerados inteligentes por fazerem uso estratégico de infraestrutura e serviços de informação e comunicação, com planejamento e gestão urbana, dando resposta às necessidades sociais e econômicas da sociedade”, explica o diretor da Agetec, Paulo Fernando Cardoso.