Campo Grande, MS
quinta-feira, 13 de maio, 2021

Notícias

Mídia CG > Notícias > PREFEITURA ABRE EDITAL PARA PARCERIAS COM COMUNIDADES TERAPÊUTICAS

PREFEITURA ABRE EDITAL PARA PARCERIAS COM COMUNIDADES TERAPÊUTICAS

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

A Prefeitura de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Governo e Relações Institucionais, e Subsecretaria de Defesa dos Direitos Humanos, abriu edital nesta quinta-feira (15) para celebrar parceria com comunidades terapêuticas, para execução de serviços de tratamento, reabilitação e reinserção social de pessoas com dependência de substância psicoativa (álcool e drogas).

O edital tem previsto 130 vagas mensais para tratamento de pessoas que se encontre em situação de rua, ou vulnerabilidade social, no Município de Campo Grande, e precisam dos serviços de acolhimento, tratamento, reabilitação e reinserção social.

As comunidades terão que promover a autonomia e a melhoria da qualidade de vida do usuário e suas famílias; desenvolver ações especializadas para a superação das situações violadoras de direitos que contribuem para a intensificação da dependência de substância psicoativa (álcool e drogas); possibilitar a convivência comunitária; promover acessos à benefícios a programas de qualificação profissional, cursos, acesso à educação, cultura e lazer, além das demais políticas públicas setoriais e do Sistema de Garantia de Direitos Humanos.

Terão ainda que organizar palestras nas escolas públicas e particulares do município, para a educação, de jovens e adultos e outras ações voltadas para a população com um ou mais fatores de risco associados ao uso indevido de drogas lícitas e ilícitas.

A proposta deve ser apresentada no prazo de 30 dias, a contar da data da publicação no Diário Oficial, e serem entregues no Protocolo da Subsecretaria de Defesa dos Direitos Humanos, localizada na Rua Barão do Rio Branco, 2260, Bairro Centro, das 8h às 11h e das 13h às 17h.

As proposta deve ser encaminhada em envelope lacrado, em 2 (duas) vias impressas em papel timbrado da OSC, com todas as folhas rubricadas e numeradas sequencialmente e, ao final, datada e assinada pelo(s) representante (s) legal (is) da OSC proponente, obedecendo as disposições contidas no artigo 4º deste Edital.

O envelope deverá ser acompanhado por ofício dirigido à Subsecretaria de Defesa dos Direitos Humanos – SDHU, indicando o número do presente Edital (Anexo III – Modelo A).