Campo Grande, MS
domingo, 29 de novembro, 2020

Notícias

Mídia CG > Notícias > PREFEITURA INICIA PRIMEIRA FASE DOS 30 QUILÔMETROS DE MICRORREVESTIMENTO NAS RUAS DA CAPITAL

PREFEITURA INICIA PRIMEIRA FASE DOS 30 QUILÔMETROS DE MICRORREVESTIMENTO NAS RUAS DA CAPITAL

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
IMG_0137

A Prefeitura de Campo Grande iniciou neste domingo os primeiros metros dos mais de 30 quilômetros de microrrevestimento que serão executados até dezembro nas sete regiões urbanas da cidade.

A manutenção do pavimento começou  por um trecho de 550 metros  da Rua Dr. Antônio Alves Arantes, no Bairro Chácara Cachoeira, entre a Avenida Afonso Pena e a Rua Raul Pires  Barbosa. Para não comprometer o trânsito, nem prejudicar o movimento das ruas que concentram estabelecimentos comerciais, o serviço deve ser feito aos sábados e domingos.

Na próxima etapa,o microrresveimento será executado  numa extensão de 1,4 quilômetro de ruas  no entorno do Parque Ayrton Senna,  Bairro Aero Rancho. O perímetro programado abrange as ruas Arquiteto Vila Nova Artigas ( entre as avenida Gunter Hans e Tancredo Neves); Ezequiel Ferreira Lima (da Vereador Thyrson de Almeida até a Rua da Divisão) e Jornalista Valdir Lago (da Ezequial Lima até a Arquiteto Vila Nova Artigas)..

Segundo o gerente  de Manutenção de Vias Públicas da Sisep, Edvaldo Aquino, o microrresvetimento está previsto no contrato de tapa-buraco, firmado em dezembro do ano passado,  com a reserva de R$ 14,9 milhões, 42% do valor total  de R$ 34,2 milhões.

Em toda a cidade foram identificados 112 quilômetros de vias onde o asfalto está em condições de receber o microrrevestimento. O material prolonga o tempo de vida útil do asfalto, evita o surgimento crateras, sobretudo depois de chuvas.

“O serviço não pode ser confundido com o tapa-buraco e com o recapeamento. É uma manutenção preventiva, que vai garantir mais quatro a cinco anos de vida útil ao pavimento. Não pode ser aplicado em ruas onde o asfalto já está comprometido porque foi feito há décadas”, explica o engenheiro Edvaldo Aquino, supervisor da manutenção de vias pavimentadas.

Os trechos que receberão microrrevestimento nesta primeira etapa contemplam vias estratégicas para o sistema viário, como  a Rio Grande do Sul, Eduardo Santos Pereira, Amazonas, dentre outras da região urbana do centro; a Avenida Capibaribe, região do Imbirussu, ligação da Avenida Júlio Castilho com o Aeroporto Internacional.