Campo Grande, MS
quinta-feira, 4 de março, 2021

Notícias

Mídia CG > Notícias > PREFEITURA PROMOVE BLITZ AMBIENTAL E MOBILIZA POPULAÇÃO NA REGIÃO URBANA DO SEGREDO

PREFEITURA PROMOVE BLITZ AMBIENTAL E MOBILIZA POPULAÇÃO NA REGIÃO URBANA DO SEGREDO

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
DSC06847

A Prefeitura Municipal de Campo Grande, por intermédio da Agência Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano (Planurb) e do Comitê Municipal de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais e Urbanos, realizou na manhã desta quinta-feira (23) uma ‘Blitz Ambiental’, no Bairro Nova Lima, nas ruas Jerônimo de Albuquerque e Zulmira Borba.

DSC06788A ação de Educação Ambiental foi marcada pela distribuição de 300 folders explicativos, exibição de faixa e a realização de abordagens educativas sobre os perigos e prejuízos provocados pelas queimadas urbanas para moradores, comerciantes, pedestres e motoristas.

Para o capitão Pedroso, da Defesa Civil, a atividade é uma oportunidade de engajar a população na causa da Campanha – Queimar é Crime! Diga não às queimadas urbanas, em uma das regiões com maior incidência de incêndios urbanos. “Conforme os dados do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do MS, até junho de 2018, a região do Segredo registrou 187 ocorrências de combate a incêndios em vegetação”, informou o Capitão.

O diretor de Planejamento Ambiental da Planurb, Rodrigo Giansante, explicou que os trabalhos de Educação Ambiental são realizados permanentemente, mas nos períodos de inverno seco e umidade relativa do ar baixas, as ações de sensibilização sobre a temática são intensificas. “A Blitz Ambiental foi realizada com a intenção de levar informação para o bairro, utilizando a estratégia de ir ao encontro da população, especialmente nas áreas com maior número de registros de ocorrência de foco de incêndio. Até a primeira quinzena de setembro, as ações continuaram a serem intensificadas, por meio de palestras em escolas da rede pública de ensino, instituições privadas e públicas”, disse Giansante.

DSC06797José Carlos de Queiroz, fiscal ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana (Semadur) também acompanhou a atividade e orientou moradores da região quanto a não queimar os resíduos domésticos em terrenos baldios. “Sempre que somos notificados pelos canais de comunicação que a Prefeitura disponibiliza, vamos até o local. Só em 2018 recebemos um total de 139 denúncias por queimadas em terrenos baldios pelo telefone 156. Até o momento foram autuados 35 proprietários. Os demais processos de denuncia continuam em analise”, informou o fiscal.

O professor de ciências e técnico em assuntos educacionais da Secretaria de Educação (Semed), Gilson da Rocha, acompanhou a ação e disse que atividades como essa são importantes para o trabalho que são iniciados nas escolas. “A escola é um espaço de promover a cidadania e o debate, sendo que nós discutimos as questões dos incêndios urbanos junto com os alunos por meio do ensino formal, mas é importante fortalecer a educação em ambientes informais, como é o caso das atividades que estão sendo desempenhadas pela Campanha”, acrescentou o professor.

Sebastião Carlos, morador do Bairro Nova Lima e comerciante, afirma que a região do Segredo tem muitos problemas de queimadas. “Esse é um problema muito comum, principalmente em terrenos sujos, onde o proprietário tem o habito de limpar ateando fogo. Muitos não sabem que em vez de bem estão é fazendo um mal, assim gerando outros problemas. Acredito que esse tipo de ação deve existir sempre, conscientizar as pessoas sobre os seus atos, uma vez que se a população realiza a prevenção de forma correta, não será responsabilizada criminalmente pelo ato de provocar queimas”, acrescentou o morador.

Queimar é Crime

Conforme o Código Penal Brasileiro (Lei nº 2.848 de 7 de dezembro de 1940), a prática de incêndio é crime, e a lei de crimes Ambientais (Lei Federal nº 9.605 de 12 de fevereiro de 1998) estabelece pena de reclusão e multa que pode chegar a R$5 mil para quem provoca queimadas.
Você também pode colaborar com a campanha não queimando lixo ou folhas secas, não depositando o lixo em terrenos baldios e, não jogando bituca de cigarro em vias públicas ou terrenos. Outro instrumento de combate aos incêndios é a denúncia, que pode ser realizada por meio dos telefones 156 (Prefeitura) e 193 (Corpo de Bombeiros).