Campo Grande, MS
terça-feira, 24 de novembro, 2020

Notícias

Mídia CG > Notícias > PREFEITURA PUBLICA EDITAL PARA SELEÇÃO DE EMPREENDEDORES PARA INCUBADORAS

PREFEITURA PUBLICA EDITAL PARA SELEÇÃO DE EMPREENDEDORES PARA INCUBADORAS

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

A Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da SEDESC – Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e de Ciência e Tecnologia publicou hoje no Diogrande os Editais 10/2018 e 12/2018, com o chamamento para seleção de empreendimentos e/ou empresas para o Sistema Municipal de Incubação de Empresas (SMIE).

O edital é destinado para seleção de propostas aos interessados em desenvolver projetos na Incubadora Municipal Mário Covas (têxtil e confecções), e na Incubadora Francisco Giordano Neto (Tecnológica); a modalidade oferecida é a de incubação residente.

A inscrição deverá ser feita pelo candidato do empreendimento, o qual deverá apresentar um plano de negócios simplificado até o dia 9 de novembro de 2018 na Incubadora Mário Covas (Rua Leandro da Silva Salina, 668 – Bairro Mário Covas) ou na Francisco Giordano Neto (Rua Marquês de Leão, 1214 – Bairro Estrela Dalva). Após apresentação do plano de negócios, o interessado em empreender na incubadora passará por entrevista e em seguida será realizada a inscrição, sendo que a aprovação da proposta dependerá do número de vagas disponíveis na incubadora.

“Atualmente a Incubadora Mário Covas possui duas empresas incubadas trabalhando no ramo de confecções. Restam cinco vagas que pretendemos preencher agora, por meio desse edital de chamamento. Na Francisco Giordano Neto estamos oferecendo 3 vagas”, destaca Edna Antonelli, assessora de Ciência e Tecnologia da Sedesc.

CRITÉRIOS

Estes são os critérios para avaliação durante o processo de seleção de novos incubados: a) potencial mercadológico, viabilidade técnica, econômica e financeira do empreendimento; b) capacidade técnica e empreendedora da equipe responsável pelo empreendimento; c) grau de inovação dos produtos, processos ou serviços a serem oferecidos; d) processo de produção não poluente; e) potencialidade de geração de emprego e renda na região onde está inserida a incubadora.

Vale lembrar que cada item desses 5 critérios para avaliação tem um peso específico e será aprovado pela comissão avaliadora o empreendimento que atingir no mínimo 60% da nota máxima.

A validade do resultado final dessa seleção será publicada até o dia 21 de dezembro de 2018 no Diogrande.

Ainda no decorrer desta semana serão publicados mais três editais de chamamento para as demais incubadoras: Norman Edward Hanson (Alimentos) e Zé Pereira (Artesanato).