Campo Grande, MS
domingo, 7 de março, 2021

Notícias

Mídia CG > Notícias > PREFEITURA RETOMA OBRA PARADA HÁ QUATRO ANOS NO PARQUE AYRTON SENNA

PREFEITURA RETOMA OBRA PARADA HÁ QUATRO ANOS NO PARQUE AYRTON SENNA

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

A  Prefeitura de Campo Grande vai retomar no próximo dia 12 a construção do Centro Olímpico  do Parque Ayrton Senna, interrompida há quatro anos,  com a obra  ainda em fase inicial. Na sexta-feira (9), em cerimônia que deve ter a participação do ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, o prefeito Marquinhos  Trad assina o termo aditivo do convênio firmado com o Ministério dos Esportes (firmado em 2011), que aumenta em 97% a parcela de recursos do Governo Federal, de R$ 3,5 milhões para R$ 6,9 milhões, reduzindo em 70% a contrapartida do município (de R$ 2,6 milhões para R$ 765,9 mil).

Com o apoio do Governo Federal, representado pelo ministro Carlos Marun, a cidade vai ganhar  uma pista de atletismo, com piso emborrachado, onde poderão ser disputadas  competições nacionais da modalidade.

A empreiteira vai mobilizar 15 trabalhadores e, na próxima semana, começa a montar o canteiro de obras, com a construção de barracões.  A pista com oito raias terá 6.729,10 metros quadrados,  piso emborrachado,  iluminação, além de  vestiários.

Desde o ano passado, o prefeito Marquinhos Trad vem fazendo gestões junto ao Ministério dos Esportes para conseguir o aditivo do convênio e, com isto, viabilizar a  retomada da obra. “Um dos fatores impeditivos era justamente a contrapartida, que com a atualização dos custos, passaria de R$ 4,3 milhões”, explica o prefeito, que destaca o apoio do ministro Carlos Marun para destravar a tramitação do processo em Brasília.

Parque aquático

Além de viabilizar  a construção do centro olímpico no Parque Ayrton Senna, a Prefeitura planeja para 2019 a revitalização do parque aquático que está fechado há mais de três anos.  Serão reformadas as  instalações elétricas, hidráulicas,  banheiros, cobertura da quadra coberta.  O investimento previsto é de R$ 1,1 milhão.