Campo Grande, MS
quinta-feira, 24 de junho, 2021

Educação

Mídia CG > Educação > Projeto Conheça a Alfândega encerra ciclo com 20 escolas participantes em 2018

Projeto Conheça a Alfândega encerra ciclo com 20 escolas participantes em 2018

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

O projeto de educação fiscal Conheça a Alfândega encerrou nessa segunda-feira (10.12) a última etapa de visitações. Na ocasião, foi realizada uma palestra sobre a importância e a destinação dos tributos aos alunos da EM Professora Danda Nunes, bem como uma visita às instalações da Receita Federal de Mato Grosso do Sul, localizada no Parque dos Poderes, na Capital.

De acordo com o coordenador do programa de Educação Fiscal da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), o fiscal tributário Carlos Antunes, o objetivo do projeto é estreitar laços entre o Estado e o cidadão e promover a Educação Fiscal como forma de auxiliar a Secretaria de Estado de Educação (SED) na realização do Currículo da Educação Básica da escola pública concernente à formação cidadã.

“Foi fantástica a adesão das escolas, dos professores, alunos, de todos que abraçaram o Projeto. Durante esse tempo em que passamos a conviver com os alunos, notamos que muitos deles não sabiam informações básicas sobre os tributos. Então, é importante investir na educação financeira. Ainda mais nesse momento em que estamos com a transparência a pleno vapor. O Governo deve desenvolver ações sobre cidadania e transparência e tenho certeza que é esse o caminho que temos que trilhar”, pontuou.

Yasmin Emanuelle de Moura Souza.

Para a aluna, Yasmin Emanuelle de Moura Souza, de 11 anos, disse que achou muito importante o Projeto e que aprendeu coisas novas. “Uma delas é pedir a nota fiscal. Não sabia que era tão importante, porque se a gente não pede o imposto que é cobrado não vai para o estado, vai para a pessoa. E esse imposto serve para financiar o serviço público, como posto de saúde e até as escolas. Então, temos que fazer a nossa parte”.

Professora Mayara Bragatto.

A professora Mayara Bragatto, reforçou que apesar de os alunos ainda serem bem jovens, o projeto conseguiu passar a importância dos impostos para a sociedade. “Acredito que temos que incentivar e dar o exemplo aos nossos jovens. Ações como essa fazem a diferença. A educação fiscal e financeira são importantes porque essas crianças são o futuro do nosso País”.

O delegado da Receita Federal, Edson Ishikawa, recebeu os alunos no gabinete e enfatizou o estudo e o esforço como qualidade fundamental na formação cidadã. “A mensagem que nós gostaríamos de deixar é para que vocês estudem bastante, se esforcem e escolham fazer o bem. Saber como funciona o nosso sistema tributário é importante para formação de cidadãos comprometidos com o futuro do Brasil. Então, se interessem, participem, sejam gratos e ajudem mais as pessoas”.

Na primeira etapa participaram 20 escolas da rede pública de ensino, sendo 10 estaduais e 10 municipais, com alunos de 5ª a 9ª ano do ensino fundamental e 1°,2° e 3°ano do ensino médio, em grupos máximos de 44 estudantes por visita. O Programa é realizado pela Sefaz, por meio Escola de Administração Fazendária (Esaf), em parceria com a Controladoria Geral da União (CGU), Receita Federal do Brasil, SED, Secretarias Municipal de Educação (Semed) e Observatório Social de Campo Grande.

Estiveram presentes ainda representantes da SED, Sefaz, Secretaria de Estado de Administração (SAD), Consórcio Guaicurus, Fundação Escola de Governo (Escolagov) e Sindicato dos Auditores Ficais da Receita Estadual (Sindifisco-MS).

Alunos animados conhecendo o gabinete do delegado da Receita Federal, auditor fiscal Edson Ishikawa.

Conheça a alfândega

O projeto Conheça a Alfândega faz parte do Programa Nacional de Educação Fiscal (Pnef), e é promovido em todo o País pelas Secretarias Estaduais de Fazenda e Educação, pela Receita Federal do Brasil, Ministério da Fazenda, Ministério da Educação, Controladoria Geral da União, Secretaria de Orçamento Federal, Secretaria do Tesouro Nacional e outros parceiros, sob a coordenação nacional da Esaf.

Entre os objetivos estão desenvolver conhecimentos necessários ao exercício da cidadania, compartilhar compreensão sobre a gestão pública, demonstrar a função social do tributo, influenciar o espírito participativo e no controle social do gasto público entre os jovens sul-mato-grossenses.

Segundo Carlos Antunes, as visitas ocorreram as segundas-feiras à tarde, entre os meses de julho e novembro. Ao final, as escolas participantes apresentaram oficinas para relatar as experiências e os trabalhos de Educação Fiscal desenvolvidos pelos estudantes. As escolas participantes serão diplomadas e incluídas no rol de Escolas-Parceiras do Pnef junto à alfândega.

Fonte: Portal do MS