Campo Grande, MS
sexta-feira, 4 de dezembro, 2020

Notícias

Mídia CG > Notícias > PROJETO DA PREFEITURA RESGATA DIREITOS E CIDADANIA DOS USUÁRIOS DO CETREMI

PROJETO DA PREFEITURA RESGATA DIREITOS E CIDADANIA DOS USUÁRIOS DO CETREMI

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

A Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SAS), realiza o projeto “Plantando Dignidade” no Centro de Triagem e Encaminhamento do Migrante e População de Rua (Cetremi), O projeto tem objetivo de proporcionar e priorizar o protagonismo dos usuários dos serviços, diante do trabalho cotidiano, como instrumento do resgate de direitos e cidadania.

O projeto foi pensado levando em consideração as características complexas e dinâmicas do público atendido, com cultivo de hortaliças nas dependências da Unidade, empreendidos pelos usuários, com apoio de supervisão técnica e parcerias de diversas áreas.

IMG-20190905-WA0095

O coordenador do Cetremi, Odair Jesus Martins, acredita que as noções aprendidas no âmbito do projeto podem vir a ser uma fonte de renda para os acolhidos. Ele também observa a redução dos índices de comportamentos inadequados, pois a produção do próprio alimento é gratificante para eles.

“A ideia é incentivar o usuário do serviço a adquirir conhecimentos sobre a implantação e cultivo de hortaliças, em que os acolhidos terão instrumentos para ampliar a consciência de seu papel na sociedade, abandonando condutas  e comportamentos negativos.” Relatou o coordenador da unidade.

O Projeto conta com o apoio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Ciência e Tecnologia (Sedesc), que disponibilizou um técnico agrícola para visita de suporte a cada 15 dias no local, com orientações sobre cultivo e fornecimento de mudas.

IMG-20190905-WA0073

A Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) também é parceira do projeto com oficinas sobre horticultura, plantio e manejo.

CETREMI

Serviço de acolhimento institucional na modalidade Casa de Passagem destinado ao acolhimento de migrantes, imigrantes e população em situação de Rua.

São oferecidos orientações, aconselhamentos psicossociais, alojamento, alimentação e higienização. Além de atendimento técnico por psicólogos e assistentes sociais visando assegurar o desenvolvimento de um plano de atendimento único para cada usuário de acordo com suas potencialidades e fragilidades no âmbito da política de assistência social.

A unidade conta uma equipe de cuidadores e técnicos de nível superior que organizam atividades como um meio para executar e ampliar a convivência comunitária estimulando a participação social.