Campo Grande, MS
terça-feira, 28 de setembro, 2021

Saúde

Mídia CG > Saúde > RODAS DE CONVERSA REFORÇAM IMPORTÂNCIA DO DIAGNÓSTICO PRECOCE DO CÂNCER DE MAMA

RODAS DE CONVERSA REFORÇAM IMPORTÂNCIA DO DIAGNÓSTICO PRECOCE DO CÂNCER DE MAMA

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

Outubro é o mês de conscientização e combate do câncer de mama, conhecido internacionalmente como “Outubro Rosa”, o nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades. As unidades básicas de saúde (UBS/UBSF) da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) de Campo Grande vão intensificar as ações de conscientização, prevenção e a importância do diagnóstico precoce da doença, que é o segundo mais recorrente no mundo, perdendo apenas para o de pele.

Em 2017 foram registrados 95 óbitos por câncer de mama em Campo Grande, enquanto que até o primeiro semestre de 2018, foram 46. Já em relação ao câncer do colo de útero foram 35 no ano passado, contra 15 em 2018.

A ideia principal do Outubro Rosa é espalhar informação de qualidade para as mulheres de todas as idades e, também, homenagear aquelas que, mesmo com a rotina agitada, reservam um tempo de seu dia para equilibrar e manter o corpo e a mente saudáveis,

Segundo informações do Instituto Nacional de Câncer (Inca), o câncer de mama e o câncer de colo de útero são os mais comuns entre as mulheres. A detecção precoce através de ações de rastreamento é a principal medida para a redução da mortalidade sendo fundamental para o sucesso do tratamento, pois 95% dos casos têm cura.

O diagnóstico do câncer de mama é feito por meio do exame clínico das mamas realizado pelo médico ou pelo enfermeiro e por exames de imagem em mulheres que apresentam algum sintoma, w também pelo rastreamento, quando a mulher não apresenta nenhum sintoma, porém está na idade onde ocorre maior incidência da doença que é a faixa etária de 50 a 69 anos.

No decorrer do mês nas UBS/UBSF serão desenvolvidas atividades intensificando o tema, sensibilizando a comunidade em relação aos cuidados e a prevenção do câncer de mama. Estas atividades incluem, rodas de conversa, realização de exames em horários alternativos, atividade física direcionada, momentos de descontração com ênfase na autoestima. Para saber mais sobre a programação, a orientação é procurar a unidade básica de saúde mais próxima da residência.

A SESAU tem fornecido materiais informativos para distribuição à comunidade, setores públicos das demais secretarias, escolas e empresas privadas.

As mulheres de 25 a 64 anos devem realizar o exame preventivo do Câncer de colo do útero e todas as de 50 a 69 anos, a mamografia. O agendamento é realizado na unidade básica de saúde próximo à residência.