Campo Grande, MS
domingo, 9 de maio, 2021

Notícias

Mídia CG > Notícias > SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DIVULGA CALENDÁRIO DO BENEFÍCIO DE PRESTAÇÃO CONTINUADA

SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DIVULGA CALENDÁRIO DO BENEFÍCIO DE PRESTAÇÃO CONTINUADA

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

Com a publicação do Decreto n° 8.805/2016 tornou-se obrigatória a inclusão dos beneficiários do BPC (Benefício de Prestação Continuada)  no Cadastro Único para a manutenção e requerimento desse benefício.

Em Campo Grande 4.763 beneficiários necessitam ser incluídos no Cadastro Único, desses 2.552 idosos e 2.181 deficientes.

Importante destacar que a segurança de renda garantida com o recebimento do BPC é fundamental para a manutenção de muitas famílias usuárias dos equipamentos e serviços socioassistenciais. A continuidade do recebimento desse benefício pode ser garantida mediante a disseminação da informação e da busca ativa realizada pela Gestão Municipal.

A nova Portaria MDS Nº 2.651, de 18/12/2018 traz um novo cronograma para atingir esse público, no decorrer de 2019 os beneficiários serão notificados em quatro lotes trimestrais ao longo do ano, de acordo com o mês de aniversário do beneficiário.

Os beneficiários ainda não incluídos serão notificados por meio de extrato bancário, Demonstrativo de Credito e cartas com aviso de recebimento (AR), no endereço informado ao INSS.

Confira AQUI o Cronograma de Escalonamento

Ressaltamos a importância do beneficiário que ainda não realizou o cadastro que  procure o Centro de Referência da Assistência Social  – CRAS, mais próximo da sua residência, com documentos pessoais de todos os membros familiares , CPF (obrigatório)  para realizar a inclusão no Cadastro Único.

Critérios:

O idoso deve comprovar que:
– possui 65 (sessenta e cinco) anos ou mais;
– o total de sua renda mensal e dos membros de sua família, dividido pelos integrantes, seja menor que 1/4 (um quarto) do salário mínimo vigente.

A pessoa portadora de deficiência deve comprovar que:
– é portadora de deficiência e está incapacitada para o trabalho e para a vida independente;
– o total de sua renda mensal e dos membros de sua família, dividido pelos integrantes, seja menor que 1/4 (um quarto) do salário mínimo vigente.

Onde requerer:

1- Solicitá-lo ao INSS, por meio de Requerimento Próprio, que deve ser preenchido e assinado pelo requerente responsável legal;
2- Declarar, em formulário próprio, a composição do grupo familiar e comprovar renda inferior a 1/4 do salário mínimo mensal por pessoa da família;
3- No caso das pessoas idosas, comprovar a idade mínima de 65 anos;
4- No caso das pessoas portadoras de deficiência, ter a sua condição de incapacitada para a vida independente e para o trabalho atestada pela perícia médica do INSS;
5- Os portadores de deficiência deverão aguardar a convocação do INSS para a realização da perícia médica;
6- O requerimento, acompanhado da documentação, deverá ser entregue nos postos do INSS ou nos locais autorizados;
7- Portadores de deficiência e idosos deverão aguardar a comunicação pelo INSS, da concessão ou não do benefício