Campo Grande, MS
quinta-feira, 24 de junho, 2021

Educação

Mídia CG > Educação > SED reorganiza currículo e regime escolar da Educação Básica do Campo de MS

SED reorganiza currículo e regime escolar da Educação Básica do Campo de MS

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

Foi publicada, nessa sexta-feira (28.12), no Diário Oficial do Estado (DOE), a Resolução/SED nº 3.538, que trata sobre a Organização Curricular e o Regime Escolar do Ensino Fundamental e do Ensino Médio nas escolas do campo da Rede Estadual de Ensino (REE). Atualmente, excluídas as extensões, 24 municípios de Mato Grosso do Sul abrigam escolas identificadas com esse perfil.

Com o objetivo de organizar o Currículo e o Regime Escolar da Educação Básica do Campo da REE, como política pública de inclusão das comunidades camponesas do Estado, nas etapas do ensino fundamental e do ensino médio, a Resolução traz pontos como objetivos, organização das unidades, seleção de profissionais e requisitos para a lotação dos professores.

De acordo com a publicação, Educação Básica do Campo da REE visa atender à demanda das comunidades camponesas nas etapas dos ensinos fundamental e médio, que são oferecidas nas escolas estaduais situadas no campo e extensões localizadas nessas comunidades.

O documento também aborda que, onde não houver a disponibilidade de professor habilitado em disciplinas como Artes e Educação Física, a escola deverá lotar, para esses componentes curriculares, um professor licenciado em nível superior com habilitação para a docência nos anos iniciais do ensino Fundamental.

Por fim, fica determinado que as turmas dos ensinos fundamental e médio, independentemente do turno de funcionamento, devem ser constituídas com o mínimo de 15 estudantes. Para a modalidade da Educação de Jovens e Adultos (EJA), as turmas devem ser constituídas com o mínimo de 25 alunos.

A publicação, na íntegra, com as informações gerais e específicas sobre o atendimento das unidades de Educação do Campo, pode ser encontrada a partir da página 12, da edição nº 9.809 do DOE.

Fonte: Portal do MS