Campo Grande, MS
quarta-feira, 12 de maio, 2021

Saúde

Mídia CG > Saúde > SERVIDORES DA CCEV ARRECADAM 6 MIL PEÇAS DE ROUPAS E DOAM PARA O FAC

SERVIDORES DA CCEV ARRECADAM 6 MIL PEÇAS DE ROUPAS E DOAM PARA O FAC

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

Aproximadamente, seis mil peças de roupas e cobertores foram arrecadas na 1ª Campanha do Agasalho da Coordenadoria de Controle de Endemias Vetoriais (CCEV), da Secretaria Municipal de Saúde (SESAU), e entregues na manhã desta quarta-feira (19) ao Fundo de Apoio à Comunidade (FAC) para serem doados às instituições atendidas, beneficiando milhares de famílias carentes.

Cerca de 400 servidores da CCEV foram envolvidos na ação, que contou com ao menos oito pontos de arrecadação espalhados pelas regiões do município.

capa agasalho

O secretário de Saúde, José Mauro Filho, agradeceu o empenho e colaboração de todos, mesmo diante de uma epidemia de dengue. “Passamos por um período difícil recentemente e isso exigiu a dedicação de todos vocês. Mesmo assim, não deixaram de solidarizar com aqueles que precisam de um agasalho ou um cobertor”, afirmou.

A primeira dama Tatiana Trad, presidente do comitê-gestor do FAC, foi representada pela foi representada pela coordenadora geral de Gestão, Rosely Correia do Nascimento Tomaz destacou que “iniciativa desta 1ª Campanha do CCEV mostra que a solidariedade está crescendo no coração de todos, com o objetivo fundamental de ajudar ao próximo”.

troféu

Os agentes de combate de endemias da Região do Segredo foram os campeões em arrecadação de roupas, agasalhos e cobertores. Eles foram representados pelo coordenador da área que recebeu das mãos do vereador Chiquinho Teles e do secretário de Saúde José Mauro Filho, o troféu de equipe campeã de arrecadação.

Redução dos casos de dengue

Os casos de dengue reduziram nos primeiros 18 dias de junho, em relação ao mesmo período de maio, quando foram registradas 3.928 notificações e atualmente são 1.014, representando uma redução de 74%. Os dados divulgados pela Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS) apontam para a finalização do ciclo epidêmico da doença.

Este ano foram registrados 36.532 notificações de dengue, 357 de zikavírus e 182 de chicungunha.

A superintendente da SVS, Veruska Lahdo, aponta que “o pico epidêmico passou, mas a população precisa manter a atenção e ficar alerta quanto aos cuidados necessários para evitar avanços das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti”.