Campo Grande, MS
quinta-feira, 21 de janeiro, 2021

Saúde

Mídia CG > Saúde > UNIDADES DE SAÚDE RECEBEM 285 OXÍMETROS; APARELHOS AJUDAM NA TRIAGEM DE CASOS DE COVID-19

UNIDADES DE SAÚDE RECEBEM 285 OXÍMETROS; APARELHOS AJUDAM NA TRIAGEM DE CASOS DE COVID-19

Fonte: PMCG

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

Unidades de saúde estão recebendo 285 oxímetros.

A Prefeitura de Campo Grande recebeu 285 oxímetros de pulso para utilização nas unidades de saúde do Município, doados pelo Programa Todos Pela Saúde, por intermédio dos Conselhos Nacionais de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) e de Secretarias de Saúde (Conass).  Os aparelhos capazes de medir o nível de oxigenação no sangue, um dos indicadores de gravidade dos casos de coronavírus (Covid-19), além da frequência cardíaca do paciente, começaram a ser distribuídos nesta segunda-feira (3) para todas as unidades.

O oxímetro é um dispositivo de fácil e rápida utilização. Sua operação é relativamente simples, não invasiva, indolor e é amplamente utilizado. O sensor que se assemelha a um clipe, é acoplado nas extremidades distais (dedos dos pés, mãos, lóbulo da orelha) do paciente, permitindo a verificação indireta, fotoeletricamente, da saturação de oxigênio no sangue em poucos segundos.

A saturação de oxigênio é a fração de hemoglobina saturada de oxigênio em relação à hemoglobina total no sangue. Os níveis normais de saturação arterial de oxigênio no sangue em humanos são de 95 a 100%. Por se tratar de um equipamento de baixa complexidade, pode ser utilizado em todas as instituições de cuidados de saúde e na atenção domiciliar.

Resumidamente, o aparelho mede indiretamente a quantidade de oxigênio no sangue, sendo o objetivo da oximetria de pulso verificar quão bem o seu coração está bombeando oxigênio pelo corpo.

A disponibilização dos aparelhos na Atenção Primária, ou seja, nas unidades básicas e de saúde de família (UBSs e USFs), é extremamente importante para identificação de pacientes em situações adversas, contribuindo assim em um melhor tempo-resposta diante da necessidade de encaminhamento para o serviço de urgência e emergência, como uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) ou Centro Regional de Saúde (CRS).

Além de beneficiar o Município  no combate ao coronavírus, os oxímetros também serão fundamentais após a pandemia, já que se trata de um equipamento importante, pois, além da saturação, ele avalia batimentos cardíacos.