Nos últimos três dias a Prefeitura de Campo Grande percorreu os terminais de transporte coletivo para levar aos usuários a campanha de conscientização e orientação do uso obrigatório de máscaras de proteção. A iniciativa começou na segunda-feira (4) pelos terminais Guaicurus, Bandeirantes e Júlio de Castilho e seguiu na terça-feira (5) pelos terminais General Osório, Moreninhas e o Ponto de Integração Hércules Maymone.

Nesta quarta-feira (6) foi a vez dos usuários dos terminais Aero Rancho, Nova Bahia e Morenão receberem as orientações e as máscaras que estão sendo distribuídas para incentivar as pessoas a respeitarem a nova medida, que visa prevenir o contágio da Covid-19 pelo novo coronavírus.

Dona Rosa Karnoski aprovou a medida. “Esta ação é  muito importante, desde que começaram a falar sobre isso eu já comecei a usar. Tem gente que entra no ônibus e tira a máscara, tem que usar sim e respeitar quem está ao lado”, disse.

O morador do Bairro Aero Rancho, José Nogueira, também disse que a ação é fundamental e mais que isso manter-se em isolamento. “Para podermos seguir a recomendação das organizações de saúde e de nossos governantes temos que usar a máscara. Não pode sair sem máscara, para a proteção da nossa vida e de quem amamos. Sem a máscara estamos sujeitos à contaminação. E o mais importante, não saia de casa se não tiver algo importante para fazer. Protejam-se”, afirmou.

O prefeito Marquinhos Trad ainda pontuou que além da exigência do uso de máscaras no transporte coletivo, a medida já adotada na maioria dos grandes centros urbanos limita o número de passageiros nos ônibus. “Nós estamos fazendo a nossa parte que é orientar e criar medidas de segurança. Pedimos a colaboração de todos para seguirem as regras. Lembrando sempre: saiam de casa apenas se necessário, se puderem fiquem em casa e nos ajudem nesta luta”, disse.

Nos veículos classificados como Micro, fica permitido o translado de no máximo 3 pessoas em pé. Naqueles considerados leves ou médios, máximo de 5 passageiros. Nos veículos classificados como alongados (os populares sanfonados), fica permitido o transporte de no até 7 usuários em pé.

Nos ônibus do tipo executivo, os “fresquinhos”, o transporte de pessoas em pé está proibido. Já nos carros dotados de climatizadores ou ar-condicionado, que circulam de janelas fechadas, os equipamentos deverão estar no modo renovável.

Além dos terminais, a Prefeitura também realizou a ação em algumas agências da Caixa Econômica Federal. O intuito foi distribuir máscaras para pessoas que não tinham e orientar sobre as medidas de higienização e distanciamento social.

A Secretaria Municipal de Saúde divulgou que o distanciamento e as medidas, como o uso de máscaras pela população, são ferramentas essenciais para impedir o contágio do novo coronavírus.

O secretário de Saúde, José Mauro Filho, reforçou que nenhuma medida é 100% eficaz, porém a população deve tomar todos os cuidados necessários. “ Desta forma é possível reduzir a probabilidade de transmissão do vírus por uma pessoa infectada para outra que não esteja com a Covid-19”, enfatizou.

Ele ainda enfatizou que a população deve utilizar apenas máscaras simples, feitas em casa. Para evitar a falta de máscaras cirúrgicas e as N95 que são de uso exclusivo de profissionais de saúde, pacientes testados positivos e pessoas que cuidam desses pacientes.