Campo Grande, MS
domingo, 23 de janeiro, 2022

Educação

Mídia CG > Educação > DIRETORES DA REME PARTICIPAM DE FORMAÇÃO COM FOCO NA GESTÃO DEMOCRÁTICA

DIRETORES DA REME PARTICIPAM DE FORMAÇÃO COM FOCO NA GESTÃO DEMOCRÁTICA

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

Diretores e diretores-adjuntos de escolas e EMEI’s da Rede Municipal de Ensino (Reme) participaram na noite da última quarta-feira (13) de palestra que teve como foco as práticas da gestão democrática.

O evento foi realizado no Centro de Formação da Semed e marcou o início da segunda etapa do programa de formação continuada “Gestão escolar no caminho de uma educação pública de qualidade”, desenvolvido pela  Superintendência de Gestão e Normas da Semed (Secretaria Municipal de Educação).  A formação continuada busca fortalecer a atuação dos gestores e promover debates sobre a gestão democrática tendo como premissa a educação de excelência.

curso_gestão democrática_3

A secretária municipal de Educação, Elza Fernandes, participou da abertura e destacou o empenho da gestão em oferecer oportunidades de aprimoramento dos profissionais. “Nossa missão é apoiá-los nas demandas do dia a dia, por isso oferecemos essas capacitações para o aprimoramento de vocês”, afirmou aos participantes.

Gestão escolar

De acordo com a superintendente de Gestão e Normas, Alelis Izabel de Oliveira Gomes, a ideia de focar na gestão escolar  foi devido as eleições para diretores de escolas da Reme, realizadas ano passado. “O momento é oportuno porque em várias unidades  houve troca de gestores e é importante ressaltar que o caminho da gestão democrática não passa apenas pelas eleições, mas também é necessário ter como meta o ensino de qualidade”, explicou.

A superintendente ainda ressaltou que as formações continuadas são ferramentas essenciais no aprimoramento do currículo dos gestores.

A palestra de abertura foi ministrada pela professora doutora Fabiany de Cássia Tavares Silva, que elencou os elementos necessários para uma gestão democrática bem-sucedida. Para ela, é preciso atrair para a administração também as opiniões contrárias. “A despeito das diferenças é preciso trazer todas as pessoas para a gestão, que deve ser partilhada. A prática democrática tem que ser construída, não podemos apenas exercer o direito de escolher e depois deixar toda a responsabilidade para a direção da escola. Toda a comunidade deve participar da gestão”, pontuou.

Livros

curso_gestão democrática_1

 A segunda etapa do programa de formação irá beneficiar pelo menos 300 profissionais e contará com quatro unidades temáticas: práticas de gestão democrática, Base Nacional Comum Curricular e os desafios para a Gestão Escolar, a educação infantil e o ensino fundamental na Base Nacional Comum Curricular e gestão democrática e a Base Nacional Comum Curricular.

Cada módulo da capacitação é formado de três momentos: palestra, estudo teórico e oficinas com técnicos da Gerência de Gestão da Educação Básica, que utilizarão o tema da palestra para desenvolver as atividades práticas. Além disso, a novidade este ano será o lançamento de dois livros que abordam os conteúdos trabalhados nas duas edições da formação. A primeira obra será lançada já no dia 21 de março.

Recém-eleito, o diretor-adjunto Paulo Oliveira Barros, da escola Professora Oneida Ramos destaca que a discussão da democracia na gestão escolar deve ser contínua. “Já que estamos em um processo democrático, a formação é essencial, pois é preciso dar ao gestor suporte e orientações para que ele conduza a unidade seguindo esses preceitos”, afirmou.

Mesmo os diretores experientes apostam nas formações para ampliar o conhecimento.  A diretora da escola Professor Arassuay Gomes de Castro, Gisele Lechuga Guimarães de Vasconcellos, argumenta que a sociedade está sempre em transformação e isso influencia nas demandas da comunidade escolar. “Precisamos reciclar nossos conhecimentos e ouvir sugestões para melhorar nossa gestão e atender nossos alunos da melhor forma”, comenta.