Campo Grande, MS
quinta-feira, 13 de maio, 2021

Notícias

Mídia CG > Notícias > PELA 1ª VEZ, PREFEITURA LANÇA CÓDIGO DE ÉTICA DOS SERVIDORES

PELA 1ª VEZ, PREFEITURA LANÇA CÓDIGO DE ÉTICA DOS SERVIDORES

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

O prefeito Marquinhos Trad assinou o Decreto n.13.950, na manhã desta sexta-feira (02), que institui o Código de Ética dos Agentes Públicos Municipais. Durante o evento foi realizada a apresentação do Código que é o 1º que pauta o comportamento e as relações éticas no ambiente profissional dos servidores municipais. Além do prefeito, participaram da solenidade servidores públicos, o Secretário Municipal da Controladoria-Geral de Fiscalização e Transparência, Luiz Afonso de Freitas Gonçalves e demais autoridades.

Segundo o Prefeito Marquinhos Trad, o lançamento do Código é fundamental para orientar a conduta dos servidores. “Se não houvesse condutas inapropriadas, não haveria necessidade de existirem regras e leis. Porém, o ser humano é falho e comete erros. A partir do momento que a gente lança esse código, nós reforçamos a boa conduta de todos os servidores”.

Para o Secretário Municipal da Controladoria Geral de Fiscalização e Transparência, Luiz Afonso de Freitas Gonçalves, havia a necessidade de padronizar o comportamento dos agentes públicos municipais. “A ideia de lançar esse Código surgiu da necessidade de padronização de conduta, comportamento e atitude dos servidores, além disso, o conceito de ética é muito subjetivo. A padronização ajuda a alinhar a conduta de cada um”.

Código de Ética entra em vigor a partir de 60 dias da assinatura do decreto e tem entre seus objetivos:
I – O fortalecimento da imagem institucional;                                                                                                                                II – Promoção de um ambiente adequado ao convívio social;
III – Promoção da prática e conscientização de princípios de conduta;
IV – Servir como instrumento de referencia à decisão ética cotidiana e;
V – Fortalecimento do caráter ético.

Fizeram parte da elaboração do Código os presidente da Controladoria-Geral de Fiscalização e Transparência (CGM), Celso Ivanoe Salina, os servidores Gabriela Fonseca Alves, Marcelino Pereira dos Santos, Dante Teixeira de Godoy Filho e Sônia Maria da Silva Abreu.