Campo Grande, MS
quarta-feira, 2 de dezembro, 2020

Notícias

Mídia CG > Notícias > PLANURB PROMOVE PALESTRA PARA PROFESSORES DA REME COM TEMÁTICA AMBIENTAL

PLANURB PROMOVE PALESTRA PARA PROFESSORES DA REME COM TEMÁTICA AMBIENTAL

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

A Agência Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano (Planurb) participou na manhã desta segunda-feira (1º), no Centro de Formação da Semed, do ciclo de palestras do Projeto “Reflexões Pedagógicas: Diálogos entre Teoria e a Prática”, promovido pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), Superintendência de Gestão das Políticas Educacionais (Suped) em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) e Vigilância Sanitária.

DSC07349A Planurb, por meio de uma das coordenadoras do Comitê Municipal de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais e Urbanos, levou para professores de Ciências da Rede Municipal de Ensino (Reme), informações atualizadas sobre as ações Educação Ambiental executadas na Capital, com ênfase no engajamento dos educadores para a campanha “Queimar é crime! Diga Não às queimadas urbanas”.

A técnica da divisão de Meio Ambiente da Planurb, Jussara Jacques, explicou para os professores que a campanha tem como objetivo diminuir a incidência de incêndios no município, por meio do monitoramento, prevenção e combate das queimadas no município, além de reforçar para professores a mensagem da campanha é informar sobre os danos provocados pelos incêndios florestais.

“Em 2018 nossas ações conseguiram atender 28 escolas das redes municipais e estaduais de ensino, por meio de ações de educação ambiental informal. Nosso objetivo hoje é sensibilizar professores sobre a importância de se trabalhar o tema na educação formal e de forma transversal junto dos professores da Reme e das demais disciplinas para reforçar que as queimadas ocasionam perdas de vegetação, problemas de saúde, além de risco de vida para os animais e os seres humanos. É preciso conscientizar a população a ser multiplicadora e fiscalizadora”, enfatizou a técnica.

O técnico da divisão de Meio Ambiente da Planurb, Vinícius Zanardo falou para os professores que participaram da formação, sobre os objetivos e as metodologias os eixos do trabalho da Educação Ambiental executada pela Planurb, em conjunto com demais órgão da municipalidade.

“Por meio da interlocução entre os segmentos públicos e privados a Planurb tem promovido ações permanentes de Educação ambiental, focadas no fortalecimento de políticas ambientais para Campo Grande por meio de eixos de resíduos sólidos, recursos hídricos, arborização urbana, queimadas, unidades de conservação, gestão urbana e políticas públicas. Hoje traremos informação mais atualizadas dos eixos de queimadas (resultado da campanha diga não as queimadas urbanas) ”, disse.

O técnico aproveitou para salientar que a partir deste mês de outubro o eixo que trada da temática arborização urbana irá intensificar suas ações. “A estratégia faz parte do ‘Programa Cidade das Árvores’, que por meio de uma parceria entre a PMCG, TV Morena, Energisa e Ministério Público Estadual, serão promovidas ações de educação ambiental quanto a importância de se preservar e ter árvores adequadas no perímetro urbano”, explicou.

Rejane Steinhaus, que atua como técnica da Gerência de Ensino Fundamental e Médio da Semed, disse ser positiva a troca de experiência com a equipe da Planurb, pois o conteúdo apesentado poderá reformar o conteúdo trabalho em sala de aula já no próximo bimestre.  “Os professores vão trabalhar o tema dentro do plano de aula, mas temos certeza que os assuntos abordados vão abranger toda comunidade, pois são crianças as maiores disseminadoras de informações ambientais”, ressaltou.

O professor de ciências e técnico em assuntos educacionais da Secretaria de Educação (Semed), Gilson da Rocha, relatou que as temáticas apresentadas, trouxeram dados reais serão utilizados dentro das salas de aula.  “A escola é um espaço de promover a cidadania e o debate, sendo que nós discutimos as questões dos incêndios urbanos junto com os alunos por meio do ensino formal, mas é importante fortalecer a educação em ambientes informais, como é o caso das atividades que estão sendo desempenhadas pela Campanha”, acrescentou o professor.

Queimar é Crime

Conforme o Código Penal Brasileiro (Lei nº 2.848 de 7 de dezembro de 1940), a prática de incêndio é crime, e a lei de crimes Ambientais (Lei Federal nº 9.605 de 12 de fevereiro de 1998) estabelece pena de reclusão e multa que pode chegar a R$5 mil para quem provoca queimadas. A campanha destaca que todos podem contribuir não queimando lixo ou folhas secas, não depositando o lixo em terrenos baldios e, não jogando bituca de cigarro em vias públicas ou terrenos baldios. Outro instrumento de combate aos incêndios é a denúncia que pode ser realizada por meio dos telefones 156 (Prefeitura) e 193 (Corpo de Bombeiros).