Campo Grande, MS
quinta-feira, 6 de maio, 2021

Notícias

Mídia CG > Notícias > PREFEITURA CAPACITA MAIS 150 GUARDAS CIVIS MUNICIPAIS PARA USO DE ARMAS LETAIS

PREFEITURA CAPACITA MAIS 150 GUARDAS CIVIS MUNICIPAIS PARA USO DE ARMAS LETAIS

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest

A Prefeitura de Campo Grande, em parceria com Polícia Rodoviária Federal (PRF), Agência Estadual do Sistema Penitenciário (Agepen) e integrantes das demais forças de segurança pública, com a supervisão da Polícia Federal, vai capacitar mais 150 guardas civis municipais para o uso de armas letais. Com o incremento, 65% da frota estará preparada para o uso do armamento.

IMG_0384 (Copy)

O curso – previsto no Estatuto do Desarmamento e com grade curricular da Senasp/NJ – teve início nesta quarta-feira (26), com aula inaugural nas dependências da Unigran, e contou com a participação do secretário municipal de Governo e Relações Institucionais Antônio Cézar Lacerda e do secretário Especial de Segurança e Defesa Social Valério Azambuja.

O programa está previsto no Plano Estratégico de Governo Municipal, e além de valorizar os servidores da GCM, visa dotar de conhecimento técnico especifico para auxiliar na segurança pública desta Capital.

IMG_0387 (Copy)

Em sua fala de boas vindas, o titular da Segov reconheceu a importância da Guarda Civil Metropolitana tanto para a sociedade quanto para a administração pública. “Vocês já são orgulho da nossa população. A gente sente a confiança que ela tem para com vocês, e isso só se conquista com trabalho e credibilidade. A nossa Guarda é também motivo de orgulho para a nossa administração. Essas capacitações permitem que o efetivo possa contribuir com a segurança pública da nossa cidade e, com isso, devolve a sensação de proteção às famílias que vivem em Campo Grande”, disse Lacerda.

Já o secretário de Segurança lembrou que a valorização da Guarda Civil Metropolitana é um dos compromissos da atual gestão municipal. “Esse curso, que é feito em parceria com entidades ligadas à segurança pública, está em consonância com as metas do atual governo municipal, que prevê uma série de medidas em prol da valorização e capacitação do efetivo, como o plano de cargos e salários e cursos na área da segurança pública. A Guarda Municipal já é reconhecida pela população como a grande auxiliar na questão da segurança em nossa cidade e essa capacitação dará mais condições para que esses profissionais atendam cada vez melhor as pessoas que aqui vivem”.

Guarda Civil há 10 anos, Mariana Fenero está empolgada com o início do curso. “Capacitação nunca é demais. Estou aqui não apenas para aumentar o meu conhecimento, mas pensando em me preparar cada vez mais para contribuir com os moradores de Campo Grande”, disse a servidora, de 30 anos.

Também aluno do curso iniciado hoje, o guarda civil municipal Jozimar Cassiano, 33 anos, disse que desde que entrou no município, há 8 anos, almeja atuar na segurança pública. “A maioria que está na instituição almeja essa capacitação. A gente quer desenvolver um trabalho melhor nas ruas e oferecer mais tranquilidade para a população, que se sentirá mais protegida e também para nossas famílias, que saberão que estamos preparados para nos proteger caso necessário”.

Sobre a capacitação para uso de arma letal

Atualmente, 423 servidores estão aptos a utilizar armamento e reforçar a segurança na nossa Capital. Para participar do processo de seleção interna, é necessário ser ocupante do cargo de Guarda Civil Metropolitana de Campo Grande-MS, no mínimo, três anos de efetivo exercício.

Além disso, o candidato deverá possuir certificado de conclusão de ensino médio (antigo 2° grau) ou ensino superior devidamente registrado, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC ou Declaração de conclusão do curso, assinado por autoridade competente, com o Histórico Escolar e não ter sido condenado por fato definido como crime, como também não poderá constar em seu nome certidão criminal positiva.

O curso de capacitação para armamento letal acontece em parceria com a Polícia Federal e integrantes das demais forças de segurança pública. Com carga horária de 250 horas, distribuídas em 190 horas/aula de teoria e 60 horas/aula de prática de tiro, o treinamento segue as normativas da matriz curricular Senasp/MJ. Cada aluno efetua 320 (trezentos e vinte) disparos de revólver calibre 38.

Nas aulas teóricas são abordados temas de Direito Administrativo, Direito Penal, Ética, Cidadania, Direitos Humanos, Polícia Comunitária, Estatuto da Guarda Civil Metropolitana e demais legislações aplicadas aos servidores da GCM.